Na Política

Biblia Online

21/07/17 | 08:17h (BSB)

Edvaldo discute Plano de Saneamento de Aracaju com professores da UFS

O prefeito Edvaldo Nogueira se reuniu, nesta quinta-feira (20), com professores da Universidade Federal de Sergipe, responsáveis pela elaboração do Plano Integrado de Saneamento de Aracaju. O encontro, do qual também participaram secretários municipais, serviu para que a atual gestão pudesse ter conhecimento mais aprofundado do projeto e para discutir possíveis adequações ao Planejamento Estratégico do município antes de ser enviado à Câmara de Vereadores para apreciação.

“Queremos encontrar o melhor caminho para a cidade, considerando todas as condições geográficas, sociais e até históricas. Por isso ampliar a discussão sobre este Plano de Saneamento é tão importante para que, a partir do diagnóstico correto e preciso, a gente encontre as soluções para os problemas da cidade”, afirmou Edvaldo.

Ele ressaltou sua confiança no talento, competência e capacidade técnica dos professores e pesquisadores da UFS para a elaboração do Plano de Saneamento. “Esta reunião teve a premissa de conhecer, estudar melhor e avaliar se o projeto se coaduna com o que aquilo que a nossa gestão está pensando para a cidade. Ficamos muito satisfeitos com o que foi apresentado pelos professores. Está dentro do escopo que temos discutindo dentro do nosso planejamento”, destacou o prefeito.

O Plano de Saneamento abordou quatro vertentes: abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem pluvial e manejo de resíduos sólidos. Os professores doutores Gregório Faccioli, Luciana Coelho, Inajá Sousa e Jailton Marques apresentaram o projeto, pontuando o diagnóstico de cada área estudada e as metas e objetivos a serem alcançados (em curto, médio e longo prazo, com previsões pessimistas, médias e otimistas) no intuito de ampliar as ações que permitam uma melhoria na situação da rede de saneamento na capital sergipana.

Ao final da apresentação, o prefeito, os secretários municipais Sérgio Ferrari (Obras e Urbanização), Luiz Roberto Dantas (Serviços Urbanos), Carlos Cauê (Governo), Augusto Fábio (Planejamento), Augusto César (Meio Ambiente) e Jefferson Passos (Fazenda) e os professores da UFS discutiram a viabilidade das propostas e adequações.

Ficou estabelecido que as equipes técnica e jurídica da universidade e da prefeitura realizarão novas reuniões para tornar o Plano factível. “O que nós queremos é apresentar à Câmara e à sociedade em geral um projeto que tenha um horizonte possível de cumprimento”, ressaltou Edvaldo. Ele agradeceu o empenho da equipe da UFS e reafirmou seu desejo em ampliar o diálogo com o meio acadêmico. “Queremos contar com a contribuição da universidade em discussões essenciais da nossa cidade”, disse.

O professor Gregório Faccioli, coordenador do projeto, se disse satisfeito com a reunião e afirmou que sua equipe trabalhará de forma a fazer as adequações técnicas e jurídicas à proposta. “Agradeço a oportunidade e ressalto que iremos trabalhar norteado na necessidade de encontrarmos um entendimento no projeto que seja satisfatório para todos”, disse.


Da Ascom



17-12-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter