Na Política

Biblia Online

05/06/19 | 19:37h

Por Silvany Mamlak*

 

A Festa do Mastro de Capela comemora neste ano, 80 anos de criação. Uma “brincadeira” organizada pelos Irmãos Melo (Nelson, Anderson, Napoleão e Wilson) que se tornou uma das mais importantes manifestações culturais e populares do ciclo junino de Sergipe.

Como gestora do município temos uma grande responsabilidade em preservar, valorizar, dar visibilidade às manifestações que identificam a Capela no contexto da cultura popular sergipana e nordestina, tornando-a como parte da agenda turística do Estado de Sergipe.

A Festa começou no dia 31 de maio, quando realizamos o Folguedo da Sarandaia, com a finalidade de “acordar” os santos do ciclo junino. Neste evento hasteamos o Estandarte de São Pedro e participamos de um grande cortejo, acompanhado ao som de zabumbas, pífanos, bacamarteiros e fogos de artifícios, percorrendo as principais ruas da cidade, em busca de prendas para o Mastro.

Neste momento estamos nos preparativos para a Marcação do Mastro, Concurso para a escolha da Rainha do São Pedro, Missa do Fogueteiro, Folguedo da Baiana, Busca e Queima do Mastro. Um trabalho coletivo que envolve todos os segmentos da administração municipal e de pessoas da comunidade, em torno de uma Comissão que vem avaliando cada evento no objetivo de manter vivas as nossas tradições. Há muito trabalho por fazer, e o faremos, sempre preocupados em valorizar o município de Capela e o seu povo valoroso.

Tenho convicção de que o que fez, faz e fará a Festa do Mastro de Capela uma referência para o Estado de Sergipe e o país, é a sua riqueza cultural, a sua diversidade de manifestações. Aqui a cultura respira e inspira ao longo do mês de junho. E contagia moradores e visitantes.

Ao longo do tempo alguns eventos já se incorporaram ao universo da festa: os shows artísticos na Praça do Forró, uma novidade desde 1989; o Arrastão do Mastro com o Bell Marques, intérprete da canção símbolo da Busca do Mastro, uma iniciativa da nossa gestão e abraçada por todos os capelenses; o encontro de casas temáticas na cidade, e que neste ano, apresentamos um novo local, com uma nova dinâmica, ouvindo moradores e organizadores. O Circuito do Fluxo terá regras em respeito a quem mora naquela localidade e em atenção às nossas tradições; o local da Queima do Mastro foi projetado para retornar a uma área central da cidade, em respeito à tradição, obedecendo a legislação no que trata sobre segurança e tranquilidade de moradores e brincantes.

O povo de Capela tem consciência que todos os seus gestores deram importantes contribuições para a valorização e difusão da Festa do Mastro de Capela. Ninguém foi ou será mais importante que a Família Melo, idealizadora desta grande festa. Portanto, devemos render as homenagens aos Irmãos Melo, aos amigos mais próximos que, desde 1939, fizeram ecoar o São Pedro de Capela nos diversos rincões deste país. Não é à toa que podemos afirmar que nos 80 anos da Festa do Mastro, o coração de Sergipe bate aqui!

* (Silvany Mamlak, prefeita do Município de Capela/SE)

30/04/19 | 07:58h

Ampliar Foto
II Translado do Amor- Chá Revelação Fotos: Fabiana Santos

Fotos: Fabiana Santos

A jornalista Egicyane Lisboa e o professor Lucas Lamonier fizeram uma linda viagem pelos Cânions do São Francisco (II Tanslado do Amor) para descobrirem o sexo do coração que vem para se somar à eles. O Velho Chico e seus lindos Cânions no ano de 2014 foi cenário para o SIM (Enlace Matrimônial) deste lindo casal que esperam a chegada da primogênita da Família. 

 

Na presença daqueles que amam tanto, a descoberta foi feita… vem aí Laura Lamonier Lisboa, que já é amada por todos!

 Felicidades ao casal e saúde para o bebê.

 

 

08/03/19 | 06:37h

Com o objetivo de divulgar o artesanato local e gerar emprego e renda para os moradores do município, a Prefeitura de São Cristóvão através da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast) e da Fundação de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fundact) realizará na próxima terça-feira (12), uma exposição com bonecas temáticas. A mostra acontece a partir das 17h, na loja Casa das Tintas, bairro Jardins, em Aracaju.

Ao todo 12 artesãs poderão expor as bonecas que representam grupos folclóricos do estado e personagens da sociedade sancristovense, como: Reisado, Taieria, Caceteira, Samba de Coco, Cangaço, Cacumbi, Chegança, dentre outros. A ideia da exposição é facilitar o diálogo entre as bonequeiras, visitantes e clientes do espaço, além de outras personalidades que estarão presentes na abertura do evento.

“É mais uma ação da Prefeitura de São Cristóvão que busca gerar emprego e renda para as artesãs do município. Além disso, é uma forma de divulgar a cultura local”, explicou a assessora técnica da Fundact, Monica Schneider.

A abertura da exposição contará com a apresentação do grupo folclórico de Samba de Coco e uma homenagem à professora Aglaé Fontes, que deu início ao trabalho temático com as artesãs no município. A mostra permanecerá disponível ao público até o dia 30 de março.


Da Ascom

08/03/19 | 06:36h

O Projeto Movimento do Choro Sergipano terá uma edição especial em homenagem a Rainha do Choro Cantado, Ademilde Fonseca. Quem comandará show é a cantora Silvina e Os Boêmios Nota 10.

O evento acontece na sexta-feira, 29, a partir das 19h30, no Café da Gente. Os ingressos custam R$ 20 e as informações podem ser obtidas por meio dos telefones (79) 3246-3186 ou 9 9974-2253.

Com informações da organização do evento

08/03/19 | 06:36h

O youtuber Rafael Cunha desembarca em Aracaju no dia 23 de março com o espetáculo ‘Casem, é ótimo’.A apresentação acontece a partir das 21h, no Teatro Atheneu.

Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro e no site Ingresso Digital. Informações estão disponíveis por meio do telefone (79) 3179 1910.

Com informações da organização do evento

21/02/19 | 06:15h

Investir e apoiar a cultura local é mais um passo para tornar Aracaju uma cidade inteligente, humana e criativa. É seguindo por esse caminho que a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), tem buscado a democratização do acesso à cultura, oferecendo meios de produção para a comunidade na tentativa de proporcionar uma maior inclusão social.

Neste ano de 2019, a Funcaju já lançou dois editais de inscrição para projetos que buscam identificar novos talentos, capacitar profissionais, além de incentivar a cena artística aracajuana. O Quinta Instrumental é um deles. Criado em 2017, o projeto potencializa a criação, interpretação e execução da música instrumental em suas mais variadas formações. O outro é o Salão dos Novos. Já na sua 27ª edição, a iniciativa tem o intuito de valorizar os artistas plásticos sergipanos.

“Trabalhamos para fortalecer a ideia de que a cultura deve falar com todos e contribuir para transformar comunidades. Os editais representam a forma mais republicana e acessível, que garantem a transparência ao mundo da arte e das suas linguagens. Todos têm o direito de participar, contanto que se enquadrem nos critérios propostos em cada projeto. Para 2019, ainda temos muito mais editais para serem lançados, cumprindo com o planejamento estratégico proposto pelo prefeito Edvaldo Nogueira”, informa o presidente da Funcaju, Cássio Murilo.

O diretor de Arte e Cultura da Funcaju, Nino Karvan, destaca a importância do processo seletivo e a criteriosidade da seleção. “Montamos uma banca julgadora muito experiente. No Salão dos Novos, os requisitos que serão avaliados pela comissão inclui criatividade, inovação estética, originalidade, domínio da técnica escolhida e consistência da proposta. No Quinta Instrumental, o edital estabelece critérios técnicos, artísticos, de mérito artístico e viabilidade técnica”, pontua.

Para o músico Samuel Alves, os editais dão oportunidades para todos. “Eu acho ótima essa iniciativa, porque temos muitos jovens artistas que ainda não tem visibilidade. Muitos, além de tocarem brilhantemente, são compositores, e eu sou um deles. Às vezes, nos perguntamos para quem vamos tocar e onde vamos mostrar nossa música. O Quinta Instrumental, por exemplo, do qual já participei, nos dá essa possibilidade”, comenta.

Como se inscrever no Quinta Instrumental?

As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de março, no Mapa Cultural de Aracaju, uma plataforma digital criada para o cadastro de todos os produtores culturais da cidade. Os interessados em se apresentar no Quinta Instrumental 2019 devem acessar o http://mapa.cultura.aracaju.se.gov.br e preencher o formulário de inscrição. O cachê dos músicos selecionados é de R$ 2.500.

O edital de 2019 do Quinta Instrumental traz uma nova versão. Serão nove músicos locais da cena instrumental selecionados. Além disso, serão convidados artistas de renome nacional e/ou internacional para ministrar workshop. Com entrada gratuita, o Quinta Instrumental oferta música de qualidade, a partir das 20h, no Teatro João Costa, localizado na praça General Valadão, considerado o marco zero da capital.

Como se inscrever no Salão dos Novos?

A mostra com os selecionados, que será realizada de 28 de março a 29 de abril, busca identificar e revelar novos talentos das artes plásticas do estado, possibilitando maior visibilidade. As inscrições podem ser feitas até o dia 8 de março, também no Mapa Cultural de Aracaju. As obras vencedoras serão incorporadas ao acervo da Galeria de Arte Álvaro Santos, localizada na praça Olímpio Campos, no centro da capital.

No ato da inscrição, o artista deverá selecionar duas obras de sua autoria em forma de desenho, pintura, gravura, instalação, tapeçaria ou qualquer outro suporte. As vagas não podem ser preenchidas por artistas que já participaram de outras exposições individuais, servidores públicos municipais ou por alguém premiado em outras edições do Salão dos Novos. Menores de 18 anos podem participar, desde que autorizados pelos pais ou responsável.


Da PMA

21/02/19 | 06:12h

A Prefeitura de São Cristóvão por meio da Fundação de Cultura e Turismo João- Bebe-Água divulgou a programação oficial do Carnaval dos Carnavais, que ocorrerá de 2 a 5 de março, com o tema: Mulheres de luta.

Confira a programação:

SEXTA-FEIRA (22/02)

ROSA ELZE

18h – bloco inferninho (saída da praça do rosa elze)

SEGUNDA-FEIRA (28/02)

Centro histórico
23h – acorda

SEXTA-FEIRA (01/03)

CENTRO HISTÓRICO
15h – Bloco Da Convivência (Concentração Da Praça Do Carmo)

SÁBADO (02/03)

CENTRO HISTÓRICO
15h30 – bloco saúde todo dia
16h – bloco dos estudantes
16h15 – nós ajeita
16h30 – zé da folia
17h – negros do ilê axe
17h30 – lasketas
18h- a porta

DOMINGO (03/03)

POVOADO COLÔNIA MIRANDA
10h – Sem Desculpa Pra Beber

POVOADO CANTINHO DO CÉU
10h30 – bloco unidos do cantinho do céu

TIJUQUINHA
11h – bloco alegria (concentração na igreja do tijuquinha)

ROSA ELZE
11h – Bloco Os Jhanfs (Rua Eupídio Batista Nere)

POVOADO RITA CACETE
13h – bloquinho da rita

BICA DOS PINTOS
13h – cidade histórica
15h – feras do frevo

CENTRO HISTÓRICO
13h – Bloco Morde Fronha
16h – Bloco Molekada
16h30 – Bloquinho Do Fasc
17h – Bloco Dos Sujos De Dona Zil
17h – Bloco União E Pastoral Do Idoso

 

Da Ascom

21/02/19 | 06:06h

 

Confira a programação do Rasgadinho

Sábado (dia 2): Banda Cajurioca
Domingo (dia 3): Carla Isabela
Segunda-feira (dia 4) : Banda Estação da Luz
Terça-feira (dia 5): Banda Aruana

A concentração será no Clube do Rasgadinho, na avenida Pedro Calazans e segue pelas ruas Maruim, Estância, Edelzio Vieira de Melo e Hermes Fontes, finalizando novamente na Pedro Calazans.

Da Ascom

`


19-06-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter