Na Política

Biblia Online

Tamanho da letra

07/03 | 07:27h

Biblioteca Mário Cabral tem banco de dados com mais de 250 escritores sergipanos

Pouca gente sabe que a Biblioteca Mário Cabral, situada no Centro Cultural de Aracaju, conta com um banco de dados com mais de 250 escritores sergipanos catalogados. Esta base de informações tem servido de suporte para estudantes, pesquisadores, instituições de ensino e curiosos interessados em conhecer mais sobre a rica intelectualidade da capital e de todo o Estado de Sergipe.

O espaço é administrado pela Prefeitura, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), e o acesso é gratuito. Através de um telecentro, o visitante pode pesquisar livremente ou com a orientação de funcionários. Na base de dados também está o catálogo com o acervo bibliográfico existente no espaço. Segundo o coordenador do Centro Cultural, Mário Dias, a expectativa é expandir esse conteúdo para além do público universitário, que majoritariamente utiliza-se do espaço, e também fortalecer a sergipanidade.

“O povo aracajuano ainda não tem ideia do grande aparelho de construção de cultura que é o Centro Cultural de Aracaju. E o banco de dados da biblioteca Mário Cabral é uma forma, inclusive, de prestigiar e divulgar autores que têm obras importantes para a identidade do nosso povo. Queremos expandir o nosso público e estamos a cada mês tentando construir caminhos para buscar novos autores e ampliar a base, porque tem muita gente escrevendo coisas bacanas sobre Sergipe”, explica Dias.

Por enquanto a consulta é possível somente de forma presencial, mas já existe um planejamento junto à Funcaju para que o banco de dados se torne conectado com as demais bibliotecas administradas pelo município e disponível virtualmente. A procura ainda é pequena, visto que muitos desconhecem a sua existência. Durante a visitação à biblioteca os funcionários contam sobre as informações catalogadas, que trazem vida e obra de cada escritor de forma resumida, além da produção cultural, estilo e acontecimentos importantes relacionados ao escritor.

“A biblioteca pública exerce quatro funções: educadora, cultural, recreativa e informativa, principalmente. E esse banco de dados vem agregar a essa última função, facilitando o conhecimento e complementando a pesquisa do usuário”, ressalta a bibliotecária responsável, Verônica Cardoso, acrescentando que atualmente está em fase de construção outro levantamento sobre os artistas plásticos sergipanos.

Acervo e atividades

A biblioteca conta também com um acervo de cerca de 2.500 exemplares voltados para a literatura sergipana, mas com espaço para a poesia universal. São obras raras e alguns livros com mais de cem anos de publicação, incluindo acervos completos de escritores como João Costa e Ana Medina, além do acúmulo pessoal e memorial de Mário Cabral, patrono da biblioteca.

O pequeno espaço guarda uma imensa riqueza intelectual ainda pouco apreciada. Uma média de 25 usuários passa por ele a cada mês. E para cumprir a função recreativa, mensalmente são realizadas atividades de dinamização como a contação de histórias, recitais de poesia, encontro com os escritores e roda de leitura. Neste mês de março a programação será voltada para duas datas comemorativas: o aniversário de Aracaju, no dia 17, e o aniversário de Mário Cabral, dia 26.


Da PMA




28-03-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter