Na Política

Biblia Online

22/09/14 | 18:29h (BSB)

“Esse governo seu é o da mentira”: Edvan reage a Jackson em horário eleitoral

Por Adriana Freitas

 

Nesta segunda-feira, 22, o empresário Edvan Amorim (PSC), usando da prerrogativa como candidato a deputado estadual, utilizou mais de seis minutos do horário eleitoral para se defender das acusações do candidato Jackson Barreto. Edvan Amorim rebateu acusações envolvendo seu nome referentes ao Banco Central, Sisan, o Proinveste e o Proredes. E aproveitou para tecer duras críticas ao governo de Jackson Barreto.

 

“As mentiras que são colocadas diariamente na imprensa governista, nos programas de televisão do candidato Jackson Barreto não poderia ficar calado, por isso estou aqui para rebater uma a uma com documentos e posições pra deixar claro o que verdade ou mentira”, desabafou, cobrando de Jackson Barreto explicações em relação aos processos que o candidato responde e sobre o caso da refinaria.

 

“Você foi acusado por mais de 130 projetos oriundos do Ministério Público de Sergipe (MPE). Quem tirou você da prefeitura foi Valadares e Marcelo Déda... Sergipe inteiro sabe que houve uma propaganda paga com os cofres públicos do poder estadual, do seu governo, mostrando você assinando um contrato com o cara que está preso na operação da Petrobras. Você precisa explicar para o povo de Sergipe qual realmente a sua relação com o Paulo Roberto. O que tem errado o senhor está atribuindo ao governador Marcelo Déda. Venha a público dizer ao povo de Sergipe o seu entendimento e o entendimento que o povo tinha com o Paulo Roberto. A imprensa disse que você viu de passagem. Mentira! Esse governo seu é o governo da mentira”, disse ele se dirigindo diretamente ao governador.

 

Banco do Brasil.

O candidato lembrou ainda o caso do Banco do Brasil em 1996 e afirmou que demorou muitos anos mas conseguiu para provar sua inocência. “Ganhei até uma ação indenizatória por conta disso. Em 1998 veio a questão do Banestado. Vários anos depois provei Tribunal Superior de Justiça por unanimidade de que eu era inocente”, diz ele.

 

Sisan

Já sobre o Sisan, Edvan Amorim apresentou uma resolução feita pelo Banco Central dirigida por pessoas da presidente Dilma para todas as empresas. O candidato lembra que não foi um caso específico para a empresa Sisan. “Mais uma mentira do senhor Jackson Barreto. A empresa é composta por seus sócios. Está aqui uma certidão da Junta que é minha mãe e minha atual companheira. São as donas dessa empresa”.

 

Proinveste

O candidato a deputado estadual ainda lembrou na época em que o governador Marcelo Déda enviou um projeto para a Assembleia para aprovar um empréstimo de R$ 600 milhões, mas não dizia como seria usado. “A única coisa que a minha bancada fez foi amarrar cada valor a obra correspondente: as obras de infraestrutura, do mercado de Lagarto e que por sinal a obra do mercado de Lagarto, o empresário que começou parou porque faltou dinheiro. Aonde está, na verdade, Jackson Barreto o dinheiro do Proinveste?”

 

Proredes

Já em relação ao Proredes, o candidato a deputada estadual teceu duras críticas lembrando das ações do Ministério Público Federal (MPF). “Até o MPF entrou na justiça para impedir o Proredes. Sabe o porquê? Há uma série de irregularidades. A Alese tentou negociar com o poder executivo de que uma fórmula de garantir ao povo de que aqueles recursos iriam ser utilizados naquele elenco de obras estavam ali. Essa que é a verdade. Aliás, por falar em transparência esse é o Estado menos transparente do Brasil”, criticou.

 

Da redação Na Política.com



22-04-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

SSP

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter