Na Política

Biblia Online

10/12/19 | 13:36h (BSB)

Presidente Luciano Bispo fará interlocução entre governo e policiais

Ampliar Foto

Rede Alese/Ascom Samuel Barreto

Representantes da Frente Unificada dos Operadores de Segurança Pública, pediram apoio na tarde desta segunda-feira, 9, aos deputados estaduais, para abertura de um diálogo com o governador Belivaldo Chagas, para que anseios da categoria sejam atendidos.

Após a sessão, o presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), deputado Luciano Bispo (MDB), o presidente da Comissão de Segurança Pública, capitão Samuel Barreto (PSC) e o deputado Rodrigo Valadares (PTB) receberam integrantes da Frente, que se comprometeram a redigir um documento para ser entregue ao governador Belivaldo Chagas

Os parlamentares ouviram as reivindicações dos agentes de Segurança Pública de Sergipe e se mostraram dispostos a fazer a interlocução da Assembleia Legislativa de Sergipe sobre os temas que envolvem as categorias representadas.

A Frente Unificada dos Operadores de Segurança Pública é composta pelos seguintes sindicatos e associações: Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE), Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese), Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Sergipe, Associação dos Oficiais Militares de Sergipe (Assomise), Associação Integrada de Mulheres da Segurança Pública em Sergipe (Asimusep), União da Categoria Associada (Única), Associação dos Militares da Reserva e Pensionistas (Asmirp), Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores da Sejuc de Sergipe (Sindpen), Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Sergipe (Aspra), Sindicato dos Peritos Oficiais de Sergipe (Sinpose) e Sindicato dos Agentes Socioeducativos de Sergipe (Sindasse).

 

Amese

 

“Nós queremos frear o processo de empobrecimento de todos os operadores de Segurança Pública de Sergipe. Nosso salário é o mesmo de sete anos atrás e tudo está aumentando. Não queremos fazer uma quebra de braço com o governo, pelo contrário, queremos colaborar para dar certo. Mas não podemos entrar num processo de empobrecimento e dificuldade total, sem reagir. Precisamos da abertura de diálogo para ver de que forma a gente pode ser atendido. Também estamos pedindo o fim das perseguições, pois estamos sendo indiciados”, denuncia o presidente da Amese, Jorge Vieira.

Vieira lembrou a importância dos deputados para a abertura do diálogo entre as categorias e o governador Belivaldo Chagas. “Viemos pedir o apoio dos nossos deputados e principalmente do presidente desta Casa, Luciano Bispo, que pode contribuir muito pela força e o traquejo que ele tem, para abrir o coração do governador e ele possa nos abraçar”, afirma.

 

Interlocução confirmada

 

Ao final da reunião, o deputado Capitão Samuel comemorou a disponibilidade do presidente da Alese em ser o interlocutor das pautas junto ao governo de Sergipe.

“O presidente sinalizou positivamente, deu um prazo até meados de janeiro para que os representantes das categorias façam por escrito essas pautas e o presidente leve ao governador, visando o início da discussão. O pedido que nós fizemos juntamente com o presidente foi que a área de Segurança Pública não seja afetada, pois está funcionando no governo e precisamos que eles continuem prestando um bom serviço ao povo sergipano”, entende.

“As pautas capitaneadas pelo presidente Luciano Bispo serão levadas ao governador Belivaldo Chagas e o governador autorizou o presidente a entrar nas negociações”, comemora Samuel Barreto.

Entre as reivindicações estão: a reposição inflacionária, a reestruturação das carreiras e a melhoria das condições de trabalho.

 

Da Rede Alese 



09-08-2020
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter