Na Política

Biblia Online

06/12/19 | 17:22h (BSB)

Candidatura própria do PT em Aracaju pode causar rompimento com Belivaldo Chagas

O governador já declarou apoio a Edvaldo Nogueira

Do Portal NaPolítica

 

O senador Rogério Carvalho, em entrevista à rádio Nova Brasil, confirmou a candidatura própria do Partido dos Trabalhadores (PT) em Aracaju.  Essa decisão pode causar um rompimento do partido com o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), e com o atual prefeito, Edvaldo Nogueira(PCdoB). Uma das lideranças mais importantes do PT no estado é a vice-governadora Eliane Aquino.

Rogério é mais um dos políticos sergipanos do PT que ressalta que o partido terá candidatura própria em Aracaju. “Já é uma definição tomada. Não tem como não ter candidato. Há um desejo, uma expectativa, das pessoas da renovação”. O senador ainda garante que cerca de 35 municípios de Sergipe terão candidatos do PT na chapa majoritária (prefeito ou vice-prefeito).

A vice-governadora, Eliane Aquino, é um dos nomes mais comentados para ocupar a candidatura em Aracaju na próxima eleição. O senador afirma que a gestora foi consultada sobre a possibilidade, mas que ela precisa ter vontade para ser a candidata. “Se no período que nós vamos definir, ela demonstrar essa vontade... A gente não pode ficar esperando, nós vamos definir quem é o candidato. Definido o candidato, não tem retorno”.  Segundo Rogério, a definição só será feita no início do próximo ano.

A candidatura própria do PT poderá causar um rompimento com o atual prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, que é pré-candidato a reeleição, e com o governador do Estado, Belivaldo Chagas, que já declarou apoio total ao prefeito. “O PT não é um partido que vai fazer jogo de ficar empurrando com a barriga. Vai ter definição e vai se posicionar. Inclusive, deixando o prefeito se posicionar em relação ao pouco espaço que o PT tem no governo de Edvaldo Nogueira”.

Rogério ainda relembrou as vezes em que o partido abriu mão da liderança da chapa majoritária para dar espaço a outros partidos. “O PT sempre foi um partido muito generoso em Sergipe, porque saímos da prefeitura e ficou com Edvaldo, saímos do governo e apoiamos Jackson Barreto. A gente sempre teve essa capacidade de abrir espaço para os demais partidos participarem da liderança do projeto. Ninguém pode cobrar”, finalizou.

 

Da redação



09-08-2020
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter