Na Política

Biblia Online

10/01/17 | 09:07h (BSB)

Junta Comercial registra abertura de 3,5 mil empresas

De janeiro a dezembro de 2016, o Governo de Sergipe, por meio da Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese), registrou 3.588 aberturas de empresas em território sergipano. Assim como nos outros anos, o município que mais se destacou na constituição de negócios foi Aracaju com 1915. Entre as cidades do Interior, em primeiro lugar ficou Itabaiana com 222.


Ao analisar os números de registro de empresas em 2016, Sergipe teve mais constituição do que baixa (duas mil encerraram as atividades). Além do mais, com relação ao ano passado, houve uma diminuição de 40% de fechamento. “Numa época de instabilidade financeira, num ano em que coibimos fraudes na Junta Comercial, abrimos 1588 negócios a mais do que fechamos. Isso é motivo de comemoração”, destaca o presidente da Jucese, George da Trindade Gois.


O setor que mais abriu empresas em 2016 foi Serviços (59,41%), em segundo lugar, Comércio (35,07%) e, em terceiro, Indústria (5,52%). Já a atividade econômica com o maior número de registro entre as empresas constituídas foi construção de edifícios com 130; em segundo, comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios com 121; e, em terceiro, comércio varejista de mercadorias em geral com predominância de produtos alimentícios, incluindo minimercados, mercearias e armazéns com 107.

“O Governo de Sergipe, através de suas políticas públicas, mantém a nossa economia ativa. Em 2016, investimos na modernização da Junta Comercial, a exemplo da implantação do novo Portal de Serviços Agiliza Sergipe, ferramenta online responsável pelos processos de abertura, alteração e baixa de empresas, bem como pela expansão da Redesim (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios)”, frisa George Trindade.


Da Ascom



26-03-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter