Na Política

Biblia Online

10/09/16 | 13:49h (BSB)

Sônia Meire: “É preciso dar um basta numa cidade representada por empresários"

Em entrevista NaPolítica, candidata diz também que governo Temer vem para arrochar pacote iniciado pelo PT

A candidata Sônia Meire participou da série de entrevistas Eleições 2016 Na Política com os candidatos a prefeito de Aracaju. Sônia Meire apresentou propostas, falou da necessidade de se realizar auditoria da dívida pública mostrando as irregularidades, e insistiu na defesa do movimento Fora temer. Confira abaixo os principais trechos da entrevista, que contou com questionamentos enviados por internautas, e no vídeo a gravação completa:

 

NaPolitica: Você disputou as eleições para governadora em 2014 e agora concorre como prefeita de Aracaju. O que a professora Sônia Meire tem de diferencial em relação aos demais candidatos?

Sônia Meire: É preciso dar um basta numa cidade que vem sendo representada por grandes empresários. Nessa eleição precisamos continuar construindo esse projeto de uma cidade construída pelas nossas mãos e pelas mãos da classe trabalhadora.

 

Lucas Lamonuer (internauta): A senhora frisa sempre que tem pouco tempo de TV para propaganda, como resumiria a proposta do seu nome para prefeitura?

Sônia Meire: Temos pouco tempo de TV porque as eleições são voltadas para uma lógica burguesa. Não são democráticas. É muito importante que a sociedade entenda isso, por isso nossa campanha vem senso nos bairros e universidades.

 

NaPolitica: A senhora vem tecendo duras críticas em relação à expansão imobiliária? Caso seja eleita, quais ações pretende desenvolver em relação ao Plano Diretor da cidade?

Sônia Meire: Primeiro, é preciso ter um plano diretor construindo de fato pelos conselhos populares de todos os bairros de Aracaju e não um plano construído pelos grandes empresários da construção civil. Precisamos de uma cidade sendo construída pelas mãos dos trabalhadores.

 

Judite Tavares (internauta): O que precisa ser feito de forma emergencial para educação no Município?

Sônia Meire: Primeiro, precisamos pagar os trabalhadores da educação. Segundo, realizar concursos públicos para as pessoas desenvolverem atividades. Nossa primeira medida será concurso público. Terceiro, precisamos construir mais creches.

 

Giancard Senna (internauta): Por que a senhora nunca teve interesse de concorrer cargo ao Legislativo como deputada ou vereadora, já que há uma dificuldade tão grande de partidos menores conseguirem se eleger no Executivo?

Sônia Meire: Nós temos um programa e a nossa base de trabalhadores tem dito que precisamos apresentar nossas propostas. Neste momento acreditamos que é importante concorrer para os cargos majoritários, mas também temos candidatos concorrendo ao cargo de vereadores.

 

NaPolítica: Em relação à saúde, quais propostas a senhora tem apresentado e o que dizer dos reclames dos prefeitos sobre falta de recursos para investir mais?

Sônia Meire: É necessário reafirmar que nós necessitamos de mais recursos para a saúde pública, por isso estamos na luta pelo Fora Temer. Tivemos um governo interino que cortou drasticamente recursos na saúde e educação. O projeto de Temer é para cortar recursos para os próximos 20 anos.

 

NaPolítica: Sônia Meire faz parte do movimento Fora Temer, como defender essa ideia sem deixar que sua imagem se associe ao PT, que tem sido alvo de muitas críticas?

Sônia Meire: Nosso partido foi contra o impeachment não que estivesse de acordo com o governo do PT. Foram 13 anos de ajuste fiscal nessa crise econômica que começou com Dilma. A retirada dos direitos começou com Lula e com Dilma, inclusive assinando lei antiterrorismo para criminalizar nossas lutas. Mas Temer é um governo interino que vem para arrochar mais ainda o pacote iniciado no governo do PT, então nós defendemos eleições gerais já.

 

Flávia Angélica (internauta): Quais as suas propostas para melhorar o transporte público, já que os aracajuanos sofrem diariamente com a superlotação?

Sônia Meire: A primeira medida é a redução da tarifa que já foi comprovado que é abusiva. Defendemos concurso público para os rodoviários e que os transportes clandestinos sejam regularizados.

 

Luiz Augusto (internauta): Caso a senhora não vá para ao segundo turno, qual grupo apoiará?

Sônia Meire: Nós pretendemos e estamos tendo apoio da população e consideramos importante o seu apoio e da população para que possamos chegar ao segundo turno.

 

Na Política: Caso a senhora seja eleita, quais as primeiras ações serão implantadas?

Sônia Meire: Organizar os conselhos populares e segundo realizar auditoria da dívida pública mostrando as irregularidades.

 

Sobre a candidata

Graduada em Pedagogia pelo Departamento de Educação da UFS (1986), Mestra em Educação pela mesma universidade (1997) e doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2003). Com dezenas de trabalhos desenvolvidos junto a universidades e movimentos sociais em âmbito nacional e internacional. O candidato a vice na chapa de Sônia Meire é Vinicius Oliveira. 

 

Do Portal Na Política

Por Raissa Cruz e Adriana Freitas

Imagens: Jeferson Souza



24-07-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter