Na Política

Biblia Online

Tamanho da letra

11/11 | 12:01h

Transporte público coletivo se cerca de ações contra assaltantes

Ação das polícias e movimentação reduzida de dinheiro no ônibus continua a diminuir o número de assaltos ao coletivo

O ônibus passou a ser campo inviável para ação de bandidos. As frentes de segurança estão cercando por todos os lados o serviço do transporte público coletivo para promover mobilidade urbana com mais segurança e, com isso, os números de assaltos a ônibus continuam a cair. São constantes as abordagens das polícias aos coletivos com diversas detenções, são os registros das câmeras de segurança que facilitam a investigação e prisão dos envolvidos, são os acionamentos feitos ao Disque Emergência dentro ou fora do ônibus; além dos rastreamentos dos celulares com o Alerta Celular, que já renderam também muitas prisões de assaltantes. 

 

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), o número de assaltos a ônibus em Aracaju e na região metropolitana conseguiu registrar uma queda expressiva de 83% nos últimos anos. Em 2016, somente de janeiro a junho foram registrados 973 assaltos, mais de 5 por dia. Já este ano, nos meses seis meses, ocorreram 165 casos, isto é, não chega a 1 por dia. Um fator de grande motivação para essa redução é a campanha de incentivo ao uso da bilhetagem eletrônica ao invés do dinheiro. Mais de 70% dos passageiros têm utilizado seu cartão eletrônico (Mais Aracaju) para a pagar a passagem - é mais praticidade e menos movimento de dinheiro no ônibus.

 

 “A gente pede para população diminuir a quantidade de dinheiro circulando no ônibus, através do uso do bilhete eletrônico”, disse o comandante da Polícia Militar, Coronel Moura Neto, ao tratar sobre as formas de colaboração dos passageiros no combate aos assaltos. O comandante da PM frisou também a importância do uso de ferramentas como o Alerta Celular, câmeras de segurança e Disque Denúncia. “Temos tido muito resultado com o Alerta Celular, um aplicativo que a pessoa se cadastra e quando tem o telefone furtado ou roubado a gente tem como resgatar esse telefone e prender o receptor”, comentou ele, citando que são constantes os resgates de aparelho e prisões de assaltantes. “Que continuem também os investimentos das empresas em monitoramento com câmeras, porque têm sido muito importante para identificarmos quem está cometendo o delito no ônibus. Temos feito muitas operações nesse sentido, e fazemos muitas apreensões também dentro do ônibus por conta do Disque Denúncia. A população acredita no trabalho da polícia”, pontuou o coronel Moura.

 

Outro grande ponto é a abordagem constante da Polícia Militar aos ônibus surpreendendo durante o trajeto das linhas. Já nos pontos e Terminais de Integração, o patrulhamento da Guarda Municipal é frequente. E quando há ocorrências, os vídeos das câmeras de segurança e o detalhamento do caso encaminhados à Polícia Civil contribuem para com as imediatas investigações com prisões.  

 

Nesse ínterim, estão sendo desenvolvidas de forma contínua campanhas das próprias empresas de ônibus convidando a população a participar desse combate, incentivando o uso do Alerta Celular e dos números do Disque Denúncia 181 e Disque Emergência 190. Com o acesso facilitado à bilhetagem eletrônica e testemunhando o dia-a-dia dos feitos das Polícias no transporte público coletivo, os passageiros podem estar retomando à sensação de mobilidade urbana com segurança. “Essa parceria importante - população, Setransp e Polícia Militar (e outras frentes de segurança) - é um elo que tem que ser administrado sempre para que o cidadão possa se sentir cada vez mais seguro dentro de cada coletivo”, considerou o Coronel Moura Neto.

 




09-12-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter