Na Política

Biblia Online

07/06/24 | 07:02h (BSB)

Huse garante assistência especializada no atendimento para vítimas de queimaduras

A Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ) do Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse) é referência estadual no atendimento de pacientes com queimaduras que precisam de assistência interdisciplinar para o tratamento das lesões das áreas afetadas na pele ou de outro tecido orgânico. Com mais de 20 anos de atuação em Sergipe, o centro conta com quatro leitos de alta complexidade para crianças e dez para adultos.

A unidade, que dispõe de uma sala exclusiva para curativos, conta com atendimento de equipe interdisciplinar composta por cirurgiões plásticos, enfermeiros, assistentes sociais, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, fonoaudiólogos e profissionais de saúde de outras especialidades. 

“Somos a única unidade de tratamento de queimados do estado e recebemos pacientes tanto dos municípios sergipanos quanto de cidades da Bahia e Alagoas. A unidade possui números de atendimento e resolutividade comparados aos melhores centros do país”, destaca o médico e coordenador da UTQ, Bruno Cintra. O serviço é credenciado pelo Ministério da Saúde (MS) como referência nesse tipo de tratamento. 

“Além de uma grande equipe multidisciplinar, atuamos com uma equipe de cirurgiões plásticos, porque sabemos do papel fundamental no tratamento ao queimado. Quanto mais precoce e mais preciso o trabalho do cirurgião plástico, melhor o prognóstico, tanto estético quanto funcional do paciente”, acrescentou o médico. 

De janeiro a maio de 2024, a UTQ do Huse já registrou 77 admissões, um aumento de mais de 11% em relação ao mesmo período do ano passado. No total, em 2023, foram mais de 170 admissões e 12 óbitos. Apenas no mês de junho de 2023, a unidade de queimados atendeu 24 pacientes. Os atendimentos de urgência e emergência do Huse, voltados a algum tipo de queimadura, como, por exemplo, por substâncias químicas, fogos de artifício e líquidos ferventes também são significativos. De janeiro a abril deste ano, já foram 145 admissões. Em 2023, foram mais de 470 atendimentos e um aumento de 12,7% em comparação a 2022. 

Critérios de atendimento

Para ser encaminhado à Unidade de Tratamento de Queimados do Huse, o paciente deve ser avaliado por um profissional de saúde, seja em Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPA) ou na própria unidade hospitalar. A partir disso, será verificado se a vítima de queimadura segue o protocolo para internação.   

Para ser atendido na unidade, a queimadura do paciente adulto deve ter afetado acima de 15% do corpo, enquanto no caso de crianças, acima de 10%. Entretanto, em casos de queimaduras de terceiro grau, as porcentagens exigidas são acima de 5% em adultos e 2% em crianças. 

“Ao chegar ao Huse, o paciente é encaminhado para a Sala de Estabilização ou para a Ala de Observação Cirúrgica para avaliação pela especialidade de Cirurgia Plástica. Em uma primeira abordagem, o paciente é encaminhado ao Centro Cirúrgico para o curativo cirúrgico inicial e, depois, encaminhado à UTQ”, explica a gerente da UTQ do Huse, a enfermeira Wandressa Nascimento. Após a admissão na UTQ, é realizado um Plano Terapêutico para o paciente.  

Após o processo de cicatrização e a partir da possibilidade de a lesão ser tratada em uma UBS, o paciente recebe a alta hospitalar e passa a ser reavaliado no Ambulatório de Retorno Dr. José Maria Rodrigues, unidade estadual gerida pelo Huse.

Classificação da queimadura

As queimaduras podem ser classificadas quanto à profundidade, etiologia e superfície da área corporal queimada. Em relação à profundidade, pode ser de primeiro, segundo ou terceiro grau. Esta última é a mais grave e precisará de um tratamento mais específico para cicatrização. Já quanto à etiologia, pode ser de origem química, física ou elétrica. Na física, por exemplo, há o contato com o agente causador, como é o caso da chama direta. E, quanto à superfície, vai de pequeno, médio e grande queimado. Adultos acima de 20% e crianças acima de 15% são considerados grandes queimados.

Principais cuidados

Entre as principais orientações para as vítimas de uma queimadura está o resfriamento da área com água corrente em temperatura ambiente por cerca de 15 a 20 minutos. “Isso é importante para que possa reduzir o dano e tirar, o máximo possível, o agente causador da queimadura. Quanto mais tempo com a superfície quente em contato com a pele, mais profunda será a queimadura. Após esse processo, é importante cobrir com um pano seco para não causar hipotermia e buscar uma unidade de saúde para a avaliação”, assegurou a enfermeira Wandressa Nascimento.

Junho Laranja 

Todos os anos, a Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) enaltece a campanha Junho Laranja como forma de chamar a atenção das pessoas para a prevenção a queimaduras. Com o slogan ‘Queimaduras. Na minha casa não!’, a iniciativa pretende engajar governo e sociedade, trabalhando a temática dos acidentes domésticos, visto que 70% dos casos com queimaduras ocorrem neste ambiente, tendo crianças e idosos como principais vítimas. 

Palestras e capacitações fazem parte das ações que ocorrem durante todo o mês de junho, em alusão ao dia 6 de junho, Dia Nacional de Luta Contra Queimaduras, instituído pela Lei nº 12.026/2009. No Huse, a data será celebrada durante a realização de um curso de Atualização ao Atendimento do Paciente Queimado, no próximo dia 11, no auditório da unidade hospitalar.

Da Ascom



19-07-2024
 

 

 

Resultados - Elei��es

 

Setransp

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter