Na Política

Biblia Online

27/12/16 | 15:48h (BSB)

ALÉM DO OLHAR

“Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.” (Hebreus 11:1)

 

Em meados do século XX, em Bangkok, na Tailândia, o governo planejava construir uma grande rodovia que deveria passar exatamente por um vilarejo. Havia, naquele lugar, um mosteiro budista e, em sua capela, uma estátua de Buda feita de barro, com aproximadamente quatro metros de altura e que estava avaliada em cinqüenta mil dólares. Os trabalhadores, com muito cuidado, estavam transportando aquela estátua para um lugar seguro e usavam para isso um guindaste, já que ela era bastante pesada. Mas o que eles temiam aconteceu: de repente, a estátua, diante dos olhos de todos, começou a se desfazer, soltou-se do guindaste e espatifou-se no chão. Então veio a grande descoberta! Por baixo da estátua de barro estava uma preciosíssima estátua de ouro puro, hoje avaliada em milhões de dólares.

 

Isso me faz pensar no fato de que muitas vezes estamos olhando e enxergando barro quando, na verdade, por trás desse barro tem ouro puro. O versículo bíblico que deu o tema a esse artigo diz que a fé é isso: conseguir enxergar aquilo que os olhos naturais não podem ver, ou seja, o grande desafio de fé é enxergar mais longe do que os olhos podem ver. Quantas vezes estamos olhando para certas coisas ou pessoas na vida e só conseguimos enxergar o óbvio, aquilo que qualquer um pode ver. Cônjuges que olham para o outro e só conseguem enxergar o que não é bom; pais que olham para os filhos e só enxergam suas limitações; profissionais que olham para o seu trabalho e só sabem reclamar.

 

Aliás, tem gente que parece catedrático nisso: reclama da cidade que mora, do vento forte, da falta de vento, do sol que está trazendo muito calor ou da chuva que não pára... Tem gente que só sabe reclamar! Acredito que isso aconteça porque essas pessoas só conseguem enxergar o que os olhos podem ver. Elas precisam enxergar pela fé. Veja que não estou induzindo à utopia ou à ilusão, mas dizendo que enxergar pela fé é trazer à existência aquilo que ainda não existe, e que sabemos que em Cristo vai acontecer.

 

O que você está enxergando em sua vida? Somente os problemas? Somente o que não vai bem? Procure ver além do barro e veja o ouro que se encontra na vida. Não olhe para si mesmo como se fosse uma pessoa qualquer, pois sua vida é tão preciosa que Jesus Cristo morreu por você. Sabe gente, na verdade, isso é o que pode fazer toda a diferença em sua vida.

 

Bem... Para encerrar, gostaria de lembrar-lhe que visão não pode ser passada para outra pessoa, mas qualquer um pode ser influenciado pela visão dos que estão a sua volta. Se você quiser ter uma visão que vá além do natural, precisa assumir um compromisso pessoal com Cristo, pois a Bíblia nos ensina que aqueles que assim fazem, passam a ter a mente d’Ele. Na verdade, quem enxerga é a mente, e não os olhos; os olhos apenas escaneiam as coisas e as enviam para o cérebro, e este é quem define o que se trata. Portanto, tendo a mente de Cristo, você pode enxergar a vida como Ele enxerga. É isso! Se você andar com Cristo, vai começar a ver as coisas de forma diferente, além do que os olhos podem ver.

 

Um abraço e até a próxima se Deus disser que sim.

 

 

 *Luiz Antonio da Silva, ministro do Evangelho, é pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular no bairro Jardins, em Aracaju, e Supervisor da igreja no Estado de Sergipe. Possui formação acadêmica em Teologia e graduação em Psicanálise Clínica, com pós-graduação em Teoria Psicanalítica. Também é graduado em Administração, com ênfase em Recursos Humanos e pós-graduação em Gestão Estratégica de Pessoas. Apresentador do Programa Pense e Repense, de segunda à sexta, na TV Aperipê às 8h e na Rádio Aperipê FM e AM às 12h30, e do Programa No Caminho no www.youtube.com/c/pastorluizantoniodasilva. Colunista no Jornal Correio de Sergipe e no Portal NaPolítica. Contato: luantosilva@msn.com

saiba mais



30-03-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter