Na Política

Biblia Online

Tamanho da letra

28/11 | 17:08h

Ganhos definitivos

Na vida, deveríamos nos preocupar um pouco mais com os ganhos definitivos. As pessoas, em sua maioria, estão correndo, correndo e, se você perguntar para onde elas estão indo, muitas não saberão dar uma resposta convincente. Por exemplo, em relação à vida profissional podemos encontrar aqueles que vão ao seu local de trabalho, cumprem suas tarefas (talvez reclamando) e não conseguem passar disso. Trabalham o dia inteiro, fazem as mesmas coisas, voltam para suas casas, e esperam o dia seguinte sem nenhuma novidade. No que diz respeito à vida familiar, há pessoas sem nenhuma perspectiva de alcançar os seus sonhos, tanto para si como para os seus filhos, e isso tudo devido a tanta luta e tantas frustrações.

 

Percebemos, então, que muitos estão procurando se “divertir”, usando essa diversão como válvula de escape e, quando chega uma segunda-feira ou um dia pós-feriado, encontramos essas pessoas comentando do quão feliz foi o seu passeio. Porém, se não forem os álbuns postados nas redes sociais, não haverá mais nenhuma lembrança do que aconteceu, pois esses ganhos são efêmeros, são alegrias que passam muito rapidamente e que em alguns momentos chegam a provocar um terrível vazio na alma. Quantas pessoas que, depois de participarem de baladas ou de festas suntuosas, acabam tendo apenas o travesseiro como a testemunha de suas angústias e de uma profunda tristeza carregada de traços depressivos? Até entendo que os passeios, as diversões, as conversas de fim de semana são interessantes, sim, mas quando tais coisas vêm como acessórios da vida e não quando são balizadoras das nossas alegrias ou até mesmo como se fossem projetos de uma vida.

 

Sabe, acho que chega uma hora na vida que precisamos parar e perguntar a nós mesmos: quais são os ganhos definitivos obtidos com o que temos feito? Ou que ganhos definitivos estão em nossa vida a partir das nossas escolhas? Chamo de ganhos definitivos aqueles que vão perdurar por toda uma vida, como as conquistas que obtemos junto com nossos entes queridos, por exemplo. Isso jamais se perderá. Pare e pense em certos momentos que você viveu junto aos seus familiares, momentos esses que são impagáveis e inapagáveis. Esses são ganhos definitivos. As decisões que você toma no mundo espiritual também são ganhos definitivos. Jesus nos lembra do seguinte, no evangelho de Mateus capítulo 6, versículos 19 a 21: “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.” Essa é uma das principais maneiras de perceber se o que temos granjeado na vida são ganhos temporários ou definitivos, ou seja, observarmos se tais ganhos podem ser levados ou não pelo ladrão, se podem ser ou não corroídos pelas traças ou pela ferrugem. Se não podem, então, possivelmente, são ganhos definitivos.

 

Desejo que você possa fazer uma avaliação de sua vida a partir da idéia levantada nesse simples comentário e, por favor, se perceber a necessidade de mudança, conte com Jesus Cristo e vá em frente, pois a vida é curta e precisamos aproveitar o tempo.

 

Um forte abraço e até a próxima se Deus disser que sim.

 

 *Luiz Antonio da Silva, ministro do Evangelho, é pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular no bairro Jardins, em Aracaju, e Supervisor da igreja no Estado de Sergipe. Possui formação acadêmica em Teologia e graduação em Psicanálise Clínica, com pós-graduação em Teoria Psicanalítica. Também é graduado em Administração, com ênfase em Recursos Humanos e pós-graduação em Gestão Estratégica de Pessoas. Colunista no Jornal Correio de Sergipe e, agora, no Portal NaPolítica. Contato: luantosilva@msn.com


saiba mais



11-12-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter