Na Política

Biblia Online

16/02/21 | 10:27h (BSB)

MPSE e parceiros lançam Campanha para conscientizar a sociedade para um olhar humanizado sobre a doe

O Ministério Público de Sergipe, através do Centro de Apoio Operacional da Infância e Adolescência (CAOpIA), lançou uma Campanha em alusão ao “Dia Internacional de Combate ao Câncer Infantil”, celebrado nesta segunda-feira, 15. O objetivo da data é orientar e conscientizar o poder público e a sociedade em geral para um olhar humanizado sobre a doença, o diagnóstico, tratamento e acolhimento de pacientes e familiares.

A Campanha tem como parceiros a Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos), o Grupo de Apoio a Criança com Câncer(GACC), a Associação dos Amigos da Oncologia (AMO), a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju (SMS), a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e o médico pediatra oncologista do Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), Venâncio Gumes Lopes.

No dia 11 desse mês, o CAOp da Infância e Adolescência se reuniu com os parceiros para alinhar pontos sobre a Campanha. Segundo a Promotora de Justiça Talita Cunegundes Fernandes da Silva, diretora do CAOpIA, a reunião virtual com as entidades foi importante na soma de esforços em prol de crianças e adolescentes com câncer. “As instituições convidadas conhecem bem o sistema e são bem-intencionadas. Foi um momento importante de escuta de todos com a intenção de buscar soluções. Eles vivenciam na prática os problemas destes jovens e este diálogo nos permite buscar formas de melhorar o atendimento. O objetivo do MPSE é aplicar o que preconiza o artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), fazendo com que o dia 15 de fevereiro possa ser um dia de conscientização e orientação para toda a sociedade e poder público, na somação de esforços para a causa”, explicou a Promotora de Justiça.

Câncer Infantojuvenil

No Brasil, o câncer já representa a primeira causa de morte (8% do total) entre crianças e adolescentes de 01 a 19 anos, segundo estatística do Registro Nacional de Câncer, processados e consolidados pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), e os mais incidentes são as Leucemias, os Tumores do Sistema Nervoso Central e os Linfomas.

Os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil são geralmente inespecíficos e, na maioria das vezes, a criança ou o adolescente não apresenta alterações em seu estado geral de saúde. Por essa razão é de fundamental importância as consultas periódicas com o pediatra, visando o diagnóstico precoce.

Tão importante quanto a prevenção e o diagnóstico precoce, é a atenção integral que a criança ou o adolescente acometido pelo câncer deverá receber do poder público e de sua família. O bem-estar depende muito da qualidade de vida e do tratamento adequado da doença, que se inicia com o diagnóstico correto e segue com as modalidades indicadas pelo médico (quimioterapia, cirurgia e radioterapia), que as indicará de acordo com o caso específico.

Conheça um pouco mais sobre as instituições

– Avosos

A Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) assiste gratuitamente crianças e adolescentes com câncer ou doenças hematológicas crônicas. A instituição atua por meio do trabalho de voluntários e funcionários desde a suspeita do câncer, agilizando os exames para elucidar o diagnóstico, promovendo apoio aos pacientes, bem como seus familiares, durante o tratamento, fornecendo apoio e suporte: exames, medicamentos, hospedagem, transporte, cestas básicas e assistência de uma equipe multidisciplinar (Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Pedagogia e Serviço Social). Além disso, também está presente durante as revisões e avaliações após o tratamento.

A entidade realiza diversas campanhas e eventos para informar e orientar a população sobre o câncer infantojuvenil: palestras, distribuição de folhetos e informativos, capacitação sobre sinais e sintomas da doença na capital e no interior do Estado de Sergipe. Além disso, a entidade disponibiliza um aplicativo sobre os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil para esclarecer e encaminhar os casos suspeitos. O objetivo do APP é agilizar os exames de investigação, porque quanto mais rápido a doença é descoberta, maiores são as chances de cura e menores as sequelas.


Do MPE



05-03-2021
 

 

 

Resultados - Eleições

 

Setransp

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter