Na Política

Biblia Online

07/01/20 | 14:37h (BSB)

Deputada ressalta importância do Janeiro Branco

Ampliar Foto

Ascom

Janeiro foi escolhido como o mês oficial do combate e prevenção as doenças que afetam a Saúde Mental e Emocional. Mais conhecido como Janeiro Branco, desde sua criação em 2014, a campanha ganha mais visibilidade a cada ano, se tornando bandeira de luta de diferentes frentes sociais. Diante da percepção dos crescentes casos de transtornos psicológicos, a deputada estadual, Maisa Mitidieri (PSD), destaca a importância da disseminação de informação em torno do tema.

“Ser mentalmente saudável é questão de saúde pública. Não podemos nos calar e deixar passar despercebido algo que tanto atingi a nossa população, devemos falar cada vez mais sobre saúde mental, pois é necessário que quebremos tabus que tanto impedem a nossa sociedade de avançar dentro desse tema”, afirma Maisa.

Para a psicóloga Luana Lima, a psicoeducação na construção e fortalecimento de uma “cultura da Saúde Mental”, possibilita um olhar sensível à complexidade dos processos humanos e a valorização das suas subjetividades. “A conscientização se faz imprescindível uma vez que, o cuidado com a saúde mental em alguns contextos ainda é estigmatizado. Cuidar da saúde mental é buscar autoconhecimento, é impedir doenças e criar estratégias para lidar com as imprevisibilidades da vida”.

Luana ressalta ainda, que atualmente a campanha tem uma importância inquestionável. “O ‘Janeiro Branco’ promove uma oportunidade de discussão, observação e democratização da saúde mental. Ele surge como ação preventiva, para que o conhecimento relacionado à qualidade de vida e saúde mental ganhe maior visibilidade em outras esferas além das convencionais” explica.

 

No Brasil

 

É necessário falar cada vez mais sobre Saúde Mental em nosso país e para isso, é fundamental chamar a atenção aos temas e subtemas relacionados aos problemas psicológicos. No Brasil, estima-se que 14,1 milhões de pessoas apresentem diagnóstico de transtornos ou sofrimentos mentais, de acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2013, do Ministério da Saúde.

O levantamento também aponta que 7,6% dos brasileiros de 18 anos ou mais receberam diagnóstico de depressão por algum profissional de saúde mental. O Brasil é o país com o maior número de pessoas ansiosas: 9,3% da população, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Esses dados são avaliados pela deputada Maisa Mitidieri e vistos como impulsionadores para criação de medidas públicas. “Nós que fazemos parte da engrenagem do poder público devemos andar em conjunto com aqueles que trabalham constantemente para diminuir o impacto das doenças mentais na sociedade. É por isso, que o meu gabinete está e sempre estará aberto para aqueles que querem contribuir nessa caminhada”, afirma a parlamentar.

A psicóloga, Luana Lima, destaca que dentre os potências dessa campanha está a capacidade de chamar a atenção para a relevância do cuidado com a Saúde Mental na esfera pública brasileira e estadual, sendo inclusive, um dos seus pontos cruciais. “Existe a necessidade de elaboração de políticas públicas a fim de promover esse cuidado preventivo da saúde mental da população em todos os seus recortes e camadas”.

 

Em Sergipe

 

Sancionada em 25 de Julho de 2014, a Lei Nº 8.257 institui o Janeiro Branco no calendário oficial de eventos do Estado de Sergipe como mês dedicado a realização de ações educativas para a difusão da importância da prevenção da saúde mental. A lei estimula ações de mobilização em torno do tema e incentiva atividades integradas com o intuito de chamar atenção para os cuidados com a saúde mental em todas as etapas da vida como condição para viver satisfatoriamente em sociedade.

A parlamentar destaca que Sergipe sempre esteve atento ao tema e buscando saídas para minimizar os índices nacionais. “No Brasil, Sergipe foi o segundo Estado a instituir o Janeiro Branco no calendário e todos os anos realiza atividades educativas integradas por todo o poder público estadual e municipal. A caminhada é longa, mas estaremos sempre juntos, falando cada vez mais e buscando soluções integradas”, conclui a deputada Maisa Mitidieri.

 

Da Ascom Parlamentar



03-08-2020
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter