Na Política

Biblia Online

05/11/19 | 14:35h (BSB)

Sepuma destaca negociação salarial e reforma da previdência em Tribuna Livre

Ampliar Foto

Foto: Gilton Rosas

A Tribuna Livre desta terça-feira, 5, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), contou com a presença do presidente Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Aracaju (Sepuma), Nivaldo Fernando, que abordou sobre o tema ‘A questão da negociação salarial e o impacto da Reforma da Previdência no município de Aracaju’.

De acordo com o sindicalista, a Prefeitura de Aracaju possui mais de dois mil cargos em comissão conforme relatório extraído do site do órgão na noite de segunda-feira. Nivaldo ainda acrescentou que o prefeito não implementou negociações salariais e não cumpre tabela aprovada por esta Casa em 2016.

“Edvaldo, em campanha, no programa Na voz do Servidor, programa de rádio do Sepuma, o prefeito disse que cumpriria a tabela e era legalista e tudo que estivesse com direito em Lei, ele cumpriria. O que foi que ele fez, são três anos sem reajustes, com salários congelados.  Bolsonaro quer encaminhar projeto para congelar salário de servidor, aqui em Aracaju não precisa, já sofremos com isso por três anos, enquanto a folha de cargo em comissão cresce geometricamente”, destacou Nivaldo Fernando.

O presidente do Sepuma ainda lamentou o contingenciamento dos pagamentos da licença prêmio e férias.

Vereadores

Abrindo os questionamentos ao sindicalista, o vereador Elber Batalha (PSB) comentou que fica intrigado com as posturas antagônicas dentro do legislativo. “Acabei de receber um convite do Dia do Médico e muitos vereadores dizem que apoiam os médicos e são favoráveis a terceirização do Nestor Piva”.

Emília Corrêa (Patriota) ressaltou o comportamento guerreiro do representante de classe. “Nivaldo é um guerreiro incansável e não sei onde encontra força para combater este prefeito que fecha as portas para servidores e sindicalistas. Tem dias que dá um desanimo e nos questionamos o que estamos fazendo aqui”.

O vereador Lucas Aribé (PSB) criticou a postura do Supremo Tribunal Federal. “Ficamos desanimamos com as normas constitucionais. O STF fez um papelão defendendo prefeitos e governadores que não respeitam os servidores, dizendo que não precisam reajustar salário. Não é possível que o povo não aprendeu e ainda será enganado pelo marketing do mal. Este prefeito não recebe categorias, não paga o Piso do Magistério, ficamos tristes com tudo isto”.

Elogiando a postura do sindicalista, o vereador Américo de Deus (Rede) evidenciou alguns dados. “Nivaldo é um representante autentico dos servidores, é lutador de uma categoria. Aqui trazem dados e números que comprova o que fala. Somente em outubro foram pagos mais de 5 milhões na folha de comissionados, ultrapassando João Alves que foi tão criticado. É preciso coragem e consciência para fazer um denunciar”.

Encerrando as falas, o líder do prefeito na Câmara, o vereador Vinicius Porto (DEM) agradeceu a presença dos sindicalistas. “Nivaldo Fernando será sempre bem-vindo nesta Casa Legislativa, estaremos sempre de portas abertas para seus questionamentos. Só lembro que a Prefeitura de Aracaju paga em dia os servidores, diferentes de outras cidades. Temos também um crescimento real de 5%, onde quase 90% dos servidores receberam mais em 2019 do que em 2018”.

Da Ascom CMA



07-12-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter