Na Política

Biblia Online

31/10/19 | 06:49h (BSB)

Dr. Manuel Marcos critica fechamento de maternidade

O vereador Dr. Manuel Marcos (PSDB) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) nesta quarta-feira, 30, para externar indignação com a confirmação do fechamento da maternidade de Capela. Na avaliação do parlamentar, a subtração da unidade de saúda implicará em transtornos para as parturientes da cidade e aumento da demanda em outros municípios sergipanos.

“Amanheci um pouco triste. Vi um grupo de moradores de Capela em frente ao Palácio do Governo de Sergipe clamando que não fosse fechada a maternidade. Na condição de médico e de homem público eu fico impressionado como a pasta da saúde é conduzida. Estamos em pleno século 21 e nós andamos na contramão do progresso. As pessoas que deveriam nascer no seu município agora são obrigadas a migrar, buscando um abrigo para as mulheres ter os seus filhos em municípios longínquos”, lamenta.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) reafirmou a decisão e explica que a maternidade passará por readequações porque não há interesse dos médicos em prestarem serviço no local e o índice de atendimento é baixo. De acordo com a pasta, as parturientes serão conduzidas para as unidades próximas nos municípios de Propriá, Nossa Senhora do Socorro e Itabaiana. “Eu imagino o orgulho que é de ter no seu registro a cidade aonde se nasce. O que estão fazendo com Capela, se deixa perder aquela alegria do nativismo”, observa.

“Os indivíduos, em décadas passadas, as vezes vinham nascer em Aracaju apenas quando tinha um episódio obstétrico que levava ao impedimento daquele parto ser exequível no seu município. Mas, hoje, você pegar uma cidade como Capela, que é centralizada, e deixá-la sem assistência obstétrica é um absurdo. É uma falta de respeito”, brada.

 

Da Assessoria de Imprensa do Parlamentar



07-12-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter