Na Política

Biblia Online

07/08/19 | 06:21h (BSB)

Hospitais e maternidades são obrigadas a realizar exames em recém-nascidos com sinais de Down

A Câmara Municipal de Aracaju aprovou, em primeira discussão, Projeto de Lei, de autoria do vereador Fábio Meireles que obriga hospitais e maternidades das redes pública e privada de Aracaju a realizarem em recém-nascidos com sinais indicativos de Síndrome de Down os exames de cariótipo e ecocardiograma, em até 48 horas após o nascimento do bebê.

Fábio explicou que o objetivo é investigar a existência de cardiopatia congênita e identificar possíveis anomalias funcionais e morfológicas das estruturas do coração, permitindo a intervenção terapêutica precoce, caso haja necessidade.


“Queremos garantir aos recém-nascidos um diagnóstico preciso e célere para que as famílias comecem o tratamento o quanto antes, pois essas crianças quando bem estimuladas, alcançam um melhor potencial”, justificou Fábio.


Síndrome de Down


A Síndrome de Down ou Trissomia 21 origina-se de um acidente genético que ocorre em todo mundo, afetando um em cada 700 nascidos vivos. Pessoas com Síndrome de Down apresentam características como a hipotonia, comprometimento intelectual, alterações anatômicas e fisiológicas peculiares à síndrome que podem afetar o seu desenvolvimento físico e cognitivo de maneiras e intensidades variadas.


Entre as doenças que comumente acompanham a Síndrome de Down têm-se as cardiopatias. Cerca de 40% dos indivíduos com a condição possuem alguma deformação no coração que é a principal causa de morte nessas crianças, em especial nos primeiros anos de vida. Felizmente, quando identificadas com certa agilidade, as cirurgias bem-sucedidas aumentam muito a expectativa de vida desses indivíduos.


Da CMA



13-11-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter