Na Política

Biblia Online

05/06/19 | 19:37h (BSB)

80 ANOS DA FESTA DO MASTRO DE CAPELA: O CORAÇÃO DE SERGIPE BATE AQUI

Por Silvany Mamlak*

 

A Festa do Mastro de Capela comemora neste ano, 80 anos de criação. Uma “brincadeira” organizada pelos Irmãos Melo (Nelson, Anderson, Napoleão e Wilson) que se tornou uma das mais importantes manifestações culturais e populares do ciclo junino de Sergipe.

Como gestora do município temos uma grande responsabilidade em preservar, valorizar, dar visibilidade às manifestações que identificam a Capela no contexto da cultura popular sergipana e nordestina, tornando-a como parte da agenda turística do Estado de Sergipe.

A Festa começou no dia 31 de maio, quando realizamos o Folguedo da Sarandaia, com a finalidade de “acordar” os santos do ciclo junino. Neste evento hasteamos o Estandarte de São Pedro e participamos de um grande cortejo, acompanhado ao som de zabumbas, pífanos, bacamarteiros e fogos de artifícios, percorrendo as principais ruas da cidade, em busca de prendas para o Mastro.

Neste momento estamos nos preparativos para a Marcação do Mastro, Concurso para a escolha da Rainha do São Pedro, Missa do Fogueteiro, Folguedo da Baiana, Busca e Queima do Mastro. Um trabalho coletivo que envolve todos os segmentos da administração municipal e de pessoas da comunidade, em torno de uma Comissão que vem avaliando cada evento no objetivo de manter vivas as nossas tradições. Há muito trabalho por fazer, e o faremos, sempre preocupados em valorizar o município de Capela e o seu povo valoroso.

Tenho convicção de que o que fez, faz e fará a Festa do Mastro de Capela uma referência para o Estado de Sergipe e o país, é a sua riqueza cultural, a sua diversidade de manifestações. Aqui a cultura respira e inspira ao longo do mês de junho. E contagia moradores e visitantes.

Ao longo do tempo alguns eventos já se incorporaram ao universo da festa: os shows artísticos na Praça do Forró, uma novidade desde 1989; o Arrastão do Mastro com o Bell Marques, intérprete da canção símbolo da Busca do Mastro, uma iniciativa da nossa gestão e abraçada por todos os capelenses; o encontro de casas temáticas na cidade, e que neste ano, apresentamos um novo local, com uma nova dinâmica, ouvindo moradores e organizadores. O Circuito do Fluxo terá regras em respeito a quem mora naquela localidade e em atenção às nossas tradições; o local da Queima do Mastro foi projetado para retornar a uma área central da cidade, em respeito à tradição, obedecendo a legislação no que trata sobre segurança e tranquilidade de moradores e brincantes.

O povo de Capela tem consciência que todos os seus gestores deram importantes contribuições para a valorização e difusão da Festa do Mastro de Capela. Ninguém foi ou será mais importante que a Família Melo, idealizadora desta grande festa. Portanto, devemos render as homenagens aos Irmãos Melo, aos amigos mais próximos que, desde 1939, fizeram ecoar o São Pedro de Capela nos diversos rincões deste país. Não é à toa que podemos afirmar que nos 80 anos da Festa do Mastro, o coração de Sergipe bate aqui!

* (Silvany Mamlak, prefeita do Município de Capela/SE)



23-10-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter