Na Política

Biblia Online

25/02/19 | 05:49h (BSB)

Kitty Lima cobra s à PM e Seidh medidas em defesa das mulheres e de grupos vulneráveis

A deputada estadual Kitty Lima (Rede) participou nesta semana de atividades voltadas à defesa dos direitos das mulheres e dos grupos vulneráveis em Sergipe. A parlamentar esteve no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (QCG) em uma reunião organizada pela Frente Parlamentar em Defesa da Mulher para tratar sobre a atuação da Patrulha Maria da Penha, e na Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social e do Desenvolvimento (Seidh) para abrir diálogo com a nova secretária Lêda Couto.

Durante a reunião no QCG que reuniu parlamentares da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) e o comandante da PM, Marcony Cabral, Kitty Lima contribuiu com sugestões acerca das ações voltadas à temática, e como pontapé inicial, a frente parlamentar atuará junto à PM a partir do dia 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, e quando haverá o lançamento do programa ‘Patrulha Maria da Penha’.

“Debater esse assunto com o comandante da Polícia Militar e receber a notícia da implantação da Patrulha Maria da Penha no Dia Internacional da Mulher certamente é motivo de muita comemoração. Eu estou muito feliz, não somente como deputada, mas, principalmente, como cidadã e mulher”, comemorou a deputada.

O objetivo desse grupo de trabalho é garantir maior segurança e proteção às mulheres vítimas de violência doméstica, e assegurar assim a integridade física e psicológica delas por meio de visitas rotineiras com o objetivo de saber se o agressor está descumprindo as medidas protetivas.

Quando ainda vereadora, o funcionamento da Patrulha Maria da Penha já era cobrado por Kitty Lima. Em fevereiro do ano passado ela esteve reunida com representantes da Secretaria Municipal da Defesa Social e Cidadania (Semdec) e da Guarda Municipal de Aracaju (GMA) para tratar sobre o funcionamento da patrulha criada em 2017 pelo ‘Programa Justiça para as Mulheres: punição para os agressores’.

Dando prosseguimento à pauta em defesa das mulheres, Kitty reuniu-se com a secretária da Seidh, Lêda Couto, com o objetivo de alertá-la quanto à necessidade de reestruturação da rede de proteção e assistência à mulher vítima de violência. Outra demanda levantada pela deputada tratou da necessidade de interiorizar as ações em prol de outros grupos vulneráveis, a exemplo da comunidade LGBT, que tem sofrido com a falta de apoio das gestões em diversos municípios em todo o estado.

“Saio desta reunião muito satisfeita com o compromisso que firmamos em promover uma reunião ampliada para discutir políticas públicas para as mulheres vítimas de violência e com a resposta que obtivemos sobre as ações que serão efetuadas no interior para fortalecer os grupos vulneráveis. Recentemente recebi a Priscila, que é representante LGBT em Simão Dias, e fiquei muito triste com o descaso que esses grupos vêm sofrendo no estado, mas me prontifiquei em tomar as primeiras medidas que estejam ao meu alcance”, salientou Kitty Lima.


Da Ascom

 



21-03-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter