Na Política

Biblia Online

25/01/19 | 08:02h (BSB)

Samuel: “bandido que escolhe matar policial, também escolhe morrer”

O deputado estadual reeleito Capitão Samuel (PSC) fez uma avaliação sobre as recentes operações deflagradas em Sergipe, por policiais militares e civis que resultaram em confrontos com bandidos mortos. O parlamentar não faz “cerimônia” para tratar desse tema polêmico e fez questão de sair em defesa dos profissionais da Segurança Pública.

Segundo Samuel Barreto, a polícia está fazendo o papel dela, mas não pode ser responsabilizada se o sistema prisional e a legislação não mudam. “O bandido que escolhe matar um policial em confronto, também escolher morrer! A polícia tem que ser dura sim e quem atira em um representante da Segurança Pública certamente não tem o menor pudor com um pai de família comum”.

Para o parlamentar entre a vida de um policial e a de um bandido, em confronto, tem que prevalecer sempre o primeiro. “Críticas existem por demais, mas os policiais militares e civis não podem ser responsabilizados se a legislação é sempre a mesma, se o sistema prisional não muda e está sempre lotado. No caso de um bandido que já matou um policial, a PM tem que chegar atirando mesmo! Não tenha duvida que esse mesmo bandido, se tiver oportunidade, vai findar matando outro”.

Por fim, Samuel elogiou as polícias sergipanas, civil e militar, que não estão dando “trégua” para os bandidos. “A polícia está do lado do bem; quem tiver com pena desses bandidos, que leve para casa! A polícia faz o seu papel , investiga e prende; o judiciário acaba soltando porque em Sergipe, por exemplo, já são 10 anos sem o regime semiaberto. A violência também cresceu, é verdade, mas a polícia tem que seguir firme contra a bandidagem”.

 

Da Ascom



20-02-2019
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter