Na Política

Biblia Online

26/10/18 | 07:26h (BSB)

Seu Marcos pede mais fiscalização sobre a empresa Alma Viva

Após ouvir os relatos dos trabalhadores da Alma Viva, localizada no Bairro Industrial, zona Norte de Aracaju, o vereador Seu Marcos ( PHS) decidiu procurar o Ministério Público do Trabalho ( MPT/SE) para conversar sobre o clima de insegurança que a empresa oferece aos seus colaboradores.

Segundo o parlamentar, a direção da Alma Viva decidiu acabar com a entrada principal, diminuindo assim as saídas de emergência do local de trabalho. " A Alma Viva é considerada uma empresa complicada no quesito legislação trabalhista, agora decidiu fechar a entrada principal da instituição fazendo com que os trabalhadores façam uma volta enorme para estacionar seus carros, já que na avenida não se pode estacionar".

Além da mudança da entrada e a falta de segurança, a instituição é conhecida nacionalmente por suas limitações para uso do banheiro e do bebedouro. Os empregados também relatam casos de agressão verbal e humilhação pública, fora o já costumeiro assédio moral que sofrem para cumprir metas." Uma empresa com mais de 7 mil funcionários sem saída de emergência, apenas com uma entrada? Se houver algum acidente, não tem como alguém se salvar", alertou o vereador.

"Não podemos deixar uma empresa de fora fazer o que quiser com o trabalhador sergipano. Contratam barato e tratam os nossos cidadãos como verdadeiros escravos. Já entrei em contato com o MPT/SE e semana que vem vou pedir urgência na fiscalização aos órgãos competentes, que já deveriam ter feito alguma coisa. Essa escravidão branca tem que acabar", alertou.


Da CMA



14-11-2018
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter