Na Política

Biblia Online

18/06/18 | 08:39h (BSB)

Bittencourt reforça a transparência do PL de empréstimo da PMA com o Banco do Brasil

O vereador Professor Bittencourt (PCdoB) defendeu e comemorou a aprovação (em primeira votação) do Projeto de Lei nº 153/2018, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a Prefeitura de Aracaju a contratar operações de crédito junto ao Banco do Brasil até R$ 9.689.200,00.


Durante quinze minutos, o líder do prefeito Edvaldo Nogueira fez um pronunciamento esclarecedor sobre o Projeto de Lei amplamente debatido na Casa Parlamentar. "Aracaju continua no seu processo de reconstrução e todo recurso conquistado será muito bem-vindo. A saúde financeira do município está equilibrada e o Executivo tem condições de realizar esse empréstimo para modernizar tecnologicamente seus serviços e equipamentos da administração, tão essenciais no atendimento à população. Será feita 100/% de interligação de todas as unidades da PMA, nos órgãos ligados à saúde, educação, etc. Com esse empréstimo, a Prefeitura fará uma economia de R$ 3 milhões ao ano. Em três anos economizaremos o valor equivalente ao empréstimo", pontuou Bittencourt.


Ao contrário do que foi publicado na edição desta quinta-feira, dia 14, no jornal Correio de Sergipe, o vereador Professor Bittencourt não se esquivou do debate, não desconversou no plenário e mostrou amplo conhecimento do Projeto, apresentando toda transparência do que está sendo proposto pelo Executivo Municipal. O resultado foi o reconhecimento dos colegas vereadores (até mesmo alguns da bancada da oposição).

"A propositura foi aprovada em 1a votação com 13 votos favoráveis e seis abstenções. Alguns colegas tinham dúvidas e mostrei os meandros do Projeto. O Professor Iran Barbosa (PT), por exemplo, manifestou-se durante a votação que graças à minha participação e explanação, sentiu-se mais confortável para votar porque meu pronunciamento, segundo ele, foi esclarecedor. Além deles, outros vereadores também se manifestaram nesse sentido. Foi um debate firme e com embasamento. Lamento que este órgão de imprensa, tão importante e respeitado em nosso estado, tenha sido negligente em tratar desse assunto tão fundamental para a cidade, de modo a registrar como verdade algo que não aconteceu. O (a) profissional que escreveu foi, no mínimo, desatencioso (a) e não acompanhou o debate com a profundidade e a imparcialidade que a ocasião pedia", afirmou Bittencourt.


Da Ascom



18-11-2018
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter