Na Política

Biblia Online

02/05/18 | 07:47h (BSB)

Luciano Pimentel cobra melhorias para a segurança no interior de SE

O deputado estadual Luciano Pimentel (PSB) cobrou do Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o combate mais efetivo contra o violência que assola o município de Itaporanga D’Ajuda.

O parlamentar disse que o tema é recorrente na Alese que a maioria dos municípios sergipanos estão sofrendo com o excesso de crimes e da insegurança, mas externou sua preocupação com Itaporanga. Antes de iniciar sua fala, o parlamentar expôs em plenário reportagens recentes sobre registros de violência naquela cidade.

“Esses episódios violentos têm sido noticiados quase que, diariamente, em Itaporanga. E o mais triste é que são crimes de grande repercussão, crimes bárbaros. Recentemente eu fui a uma cavalgada em um povoado e na saída tinha um carro batido e o crime já havia ocorrido. Tivemos o triste registro onde um pai e o filho foram decapitados; em outro assalto, um homem foi morto e outros três baleados. As pessoas não têm mais tranquilidade para viverem seus sítios e fazendas”, lamentou o deputado.

Luciano Pimentel externou que tem conhecimento de vários fazendeiros que têm receio de dormir ou pernoitar em suas fazendas, nos finais de semana, e que o comércio local, na sede e nos povoados, está funcionando em sua maioria com grades nas portas dos empreendimentos por conta da violência. “Não há segurança no município. Até na farmácia estão colocando grades nas portas”.

O deputado disse que Itaporanga tem hoje a 12ª população do Estado e o quinto município em dimensão territorial, mas que não tem nenhum destacamento da Polícia Militar. “Estou apresentando uma indicação para o governador, apelando por sua sensibilidade para que ele tenha uma atenção especial ao município. Os registros da violência em Itaporanga estão nas redes sociais, nos jornais e nas emissoras de rádio”.

“As pessoas estão vivendo a mercê dos marginais e vários assaltos estão ocorrendo, com arrastões nas praças e escolas públicas. A realidade está ficando insustentável. E isso está prejudicando até a quem investe no município, que possui grandes sítios, onde até pouco tempo muitas famílias iam passar o final de semana, em busca de lazer e tranquilidade. Aquele é um povo ordeiro e trabalhador que só quer ter o direito de viver com segurança”, completou o deputado estadual.

Da Agência de Notícias Alese



24-05-2018
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter