Na Política

Biblia Online

27/03/18 | 05:39h (BSB)

Emília denuncia sucateamento de aparelhos de ginástica em praças

Era pra ser um local de encontro e promoção da saúde, mas ao invés disso, a academia ao ar livre localizada na Praça Visconde Maracaju, no bairro 18 do Forte, zona norte da capital se transformou em área de risco para a comunidade. Os equipamentos não oferecem segurança aos usuários.

O servidor público Mário Aracaju, que é adepto de práticas esportivas e vai ao local todos os dias, conta que fica triste ao verificar a situação dos aparelhos. “Eu não vejo a manutenção por parte dos órgãos públicos. As peças de ferro se desgastam com o tempo e ninguém faz nada para substituir”, desabafou.

Para a defensora pública e vereadora Emília Corrêa (Patriota), as praças equipadas são uma espécie de playground democrático, onde pessoas de todas as idades podem frequentar e pode ser utilizado sem que se precise gastar um centavo. Entretanto, atualmente essas áreas não são mais como antes.

“O aracajuano faz seus exercícios na praça, pois muitas vezes não tem condições de pagar academia, no entanto os responsáveis não realizam, periodicamente, a manutenção dos aparelhos o que acaba afastando as pessoas do espaço público”, disse Emília .

Segundo a parlamentar, por conta do abandono, parte dos equipamentos não tem condições de uso. Os aparelhos estão quebrados ou enferrujados, o que, além de um desserviço, é um desperdício e um grande risco aos frequentadores.

“Por conta da falta de manutenção qualquer pessoa está sujeito a um acidente naquele espaço. Não basta oferecer os equipamentos, é preciso se pensar na segurança e integridade física do cidadão atendido”, alertou.

Da Ascom/EC



18-12-2018
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter