Na Política

Biblia Online

23/03/18 | 05:48h (BSB)

Emília: os aracajuanos foram roubados

Foi dessa forma que a defensora pública e vereadora Emília Corrêa (Patriota) definiu a novela do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), do município de Aracaju(SE).

Para a parlamentar, os governos, passado de João Alves e o atual de Edvaldo Nogueira, meteram a mão no bolso do cidadão. “Os dois roubaram e os aracajuanos que pagaram, sob protesto mas honrando o pagamento do tributo, certamente, não terão direito a devolução porque o dinheiro já foi usado nas alardeadas obras”, falou.

Para a parlamentar, o que fica agora é a esperança de que no próximo ano, o cidadão possa pagar um imposto condizente e que a Justiça encerre esse ciclo de maus exemplos de quem fere a dignidade e ataca a inteligência do cidadão dessa cidade.

“Como um vereador se diz defender o povo, numa situação dessa? Ninguém pode servir a dois senhores, ou se serve ao povo ou a esse governo mentiroso. Mas uma coisa é certa: a nova política registra esses acontecimentos. Fica na memória desse povo sofrido. Seguir quem está roubando é ruim”, alerta.

Emília chama atenção para o fato de que antes das eleições o partido do atual prefeito, PCdoB, estava com uma ação na justiça questionando o valor do IPTU e que ao ser eleito, tudo foi arquivado.

“Isso é, no mínimo, uma incoerência. Uma desfaçatez sem tamanho. O estelionato eleitoral que levou Edvaldo Nogueira à prefeitura de Aracaju se concretizou. Ele continua mentindo e usando dinheiro do povo”, concluiu.

Da Ascom / EC



21-09-2018
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter