Na Política

Biblia Online

17/01/18 | 06:49h (BSB)

Carmen Lúcia visita presídio feminino em Socorro

Ministra discutiu com o TJ mudanças no sistema prisional

presidente do Supremo Tribunal de Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármem Lúcia, visitou hoje, 16, o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), em Aracaju, e o Presídio Feminino (Prefem), em Nossa Senhora do Socorro, acompanhada pelo presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargador Cezário Siqueira Neto, pelo secretário de Justiça e Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto, e demais autoridades. Ela conversou com os diretores das duas unidades, viu a situação dos internos e teve contato com alguns deles. No Prefem, foi homenageada pelas internas que trabalham no Projeto Odara.

As horas que a ministra visitou as duas unidades prisionais foi, para o secretário Cristiano Barreto, “uma excelente oportunidade para mostrar, não só a ela e sua equipe técnica, mas ao presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargador Cezário Siqueira Neto, e a desembargadora Iolanda Guimarães, corregedora do TJ, o pouco do trabalho que estamos executando a frente da Secretaria de Justiça e Defesa do Consumidor (Sejuc).

“Tivemos a oportunidade de exibir alguns trabalhos de ressocialização, medidas educativas, medidas ligadas a área de assistência social, além de todos os esforços que estão sendo feitos no reaparelhamento das unidades prisionais. Como já tínhamos antecipado, foi um grande recebê-la e mostrar os avanços”, explicou. Apesar de todos os problemas internos, Sergipe é o único Estado que, em 2017, contabilizou apenas uma fuga em todo sistema penitenciário.

Para Cristiano Barreto, o trabalho apresentado à ministra Cármem Lúcia mostra “que fizemos o nosso dever de casa”. Na ocasião, o presidente do TJ, desembargador Cezário Siqueira, enfatizou os avanços que estão sendo feitos nos processos (de janeiro a dezembro do ano passado, foram 10.234 audiências ordinárias), com essa parceria com a Sejuc.

Unidades - Cármem Lúcia chegou a Aracaju, por volta das 8 horas da manhã, num avião da Força Aérea Brasileira (FAB), e, acompanhada pelo secretário, Cristiano Barreto e demais autoridades, seguiu até o HCTP, no bairro América. Ciceroneada pelo vice-diretor do Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe), Hélio Matheus de Oliveira Santos, a ministra conheceu as áreas da farmácia, assistência social, administração, as celas onde estão três mulheres e conheceu os detalhes sobre a permanência delas e o funcionamento da unidade.

A etapa seguinte da visita foi no Prefem. Coube a diretora do Prefem, Andréa Andrade, sempre acompanhada pelo secretário Cristiano Barreto, falar sobre a rotina da unidade, apresentar os projetos sociais e a situação das internas. A parte mais emocionante da visita ao Prefem, foi quando Cármem Lúcia recebeu uma homenagem das internas que trabalham no Projeto Odara.

As internas cantaram a música Odara, de Caetano Veloso, e entregaram um material confeccionado por elas especialmente para a ministra Cármem Lúcia, que ouviu o discurso de uma das presas que trabalham no projeto e um poema. Emocionada, Cármem Lúcia disse que “passado é passado” e que elogiou as internas por estarem trabalhando no projeto. “Vocês é que fazem a mudança”, disse elas, alertando-as que agora têm que olhar para frente e construírem um novo final para suas vidas.


Da Ascom/Sejuc



25-05-2018
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter