Na Política

Biblia Online

21/12/17 | 14:51h (BSB)

"Exugamento severo": Edvaldo planeja novos cortes de cargos comissionados

"Diante do que encontramos na PMA, não havia outro caminho senão o enxugamento severo da máquina", diz o prefeito

O prefeito Edvaldo Nogueira anunciou, em reunião com todos os secretários, na quarta-feira, 20, que realizará uma segunda etapa de cortes de cargos comissionados, cujo objetivo é tornar a máquina pública municipal ainda mais enxuta. A atual gestão da Prefeitura de Aracaju tem atuado, desde o início, de maneira rigorosa em relação ao corte de despesas, sobretudo no que diz respeito aos cargos. Como resultado disso, efetivou uma redução de 30% no custo total da folha deste tipo de funcionário, o que representou uma economia de R$ 20 milhões. Para 2018, as medidas para diminuição de gastos continuarão severas.

 

“Nosso foco, desde o primeiro dia de governo, é a redução de despesas, pois entendemos que diante do que encontramos na prefeitura de Aracaju, não havia outro caminho senão o enxugamento severo da máquina. Economizamos em todas as áreas possíveis, como em diárias, horas-extras, viagens, consultorias, linhas telefônicas e em cargos comissionados. Isto foi muito positivo para a cidade, pois colocou Aracaju como a segunda capital do país em redução de despesas”, afirmou o prefeito.

 

Neste sentido, destacou Edvaldo, a administração passou a atuar de maneira mais eficiente em todos os serviços prestados aos aracajuanos com uma equipe enxuta, mas resolutiva e criativa. “É este o modelo de gestão que tenho defendido. Portanto, diante da crise financeira que vemos no país e como forma de lidar com as dívidas ainda pendentes da gestão anterior, a orientação para todos os secretários é reduzir drasticamente o quantitativo de cargos comissionados. Isso exigirá ainda mais empenho de todos e compromisso com a prefeitura e com a cidade”, reforçou.

 

Além de ser o cumprimento de um compromisso firmado com os cidadãos, as medidas adotadas pela gestão de Edvaldo Nogueira vão ao encontro das recomendações do Ministério Público Estadual. Prova disso é que, na reunião realizada no último dia 28 de novembro, entre os secretários municipais e representantes do MP, a Prefeitura expôs aos promotores as ações tomadas pelo atual governo para prevenir e impedir que situações constatadas na gestão anterior no que diz respeito a irregularidades com cargos comissionados se repitam.

 

Das recomendações feitas pelo Ministério Público, algumas já foram adotadas pela atual gestão desde o início do ano, como a redução expressiva dos CCs – uma diminuição superior a 1 mil cargos –, a implantação do Ponto Eletrônico, para a qual já há em curso uma licitação para aquisição dos equipamentos necessários para a sua adoção e a efetivação de regras mais criteriosas para cessão de servidores, levando em consideração necessidades técnicas e parâmetros legais rigorosos e com ônus para o requisitante.

 

No termo da audiência foi registrado pelo MP que “os representantes do município demonstraram intenção de regularizar quaisquer eventuais situações irregulares e foi explanado que o município de Aracaju, sob a atual gestão, diminuiu sobremaneira o número de servidores comissionados, apresentando tabela explicativa”.

 

“A nossa administração trabalha de maneira ética, transparente e legal. Nosso diálogo com a sociedade e com os órgãos de fiscalização e controle é contínuo, sempre no sentido de colaborar com a melhoria da gestão pública na nossa cidade. Temos mostrado isso ao longo deste ano e é nosso interesse ampliar ainda mais esta interlocução, cujo objetivo principal é tornar a prefeitura de Aracaju um ambiente cada vez mais profissional, técnico, com respeito ao dinheiro público e com efetiva prestação de serviços ao cidadão aracajuano, foco de todo o nosso trabalho”, reiterou Edvaldo.

 

Da Agência de Notícias da PMA 



17-01-2018
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter