Na Política

Biblia Online

13/11/17 | 11:46h (BSB)

Obra de rodovia do Proinvest está atrasada em dois anos

Um exemplo da má utilização dos recursos públicos, que tem elevado a dívida de Sergipe sem significar melhorias para a população. Assim pode ser qualificada a pavimentação asfáltica da rodovia estadual SE-255, que liga as cidades de Itaporanga, no povoado Aningas, e Itabaiana, na altura do povoado Rio das Pedras.

 

O contrato nº 30/2014 foi assinado pelo governador Jackson Barreto e a Torre Empreendimentos em 18 de junho de 2014, sendo a referida obra iniciada em setembro do mesmo ano. O prazo de execução era de 12 meses.  Contudo, mais de dois anos depois da data proposta para a finalização, nenhum trecho de asfalto foi colocado na estrada até o momento.

 

A denúncia é do deputado estadual Georgeo Passos (PTC) que recentemente visitou a obra para saber do seu andamento. E o parlamentar não ficou satisfeito com o que viu. “Percorri todos os 53 km da rodovia e não encontrei um único trecho que estivesse asfaltado. Muita poeira, mas nem um pedaço sequer de pavimentação. Para uma obra que deveria estar pronta em julho de 2015, é uma verdadeira vergonha”, criticou o parlamentar.

 

Orçada em R$ 58 milhões em 2014, a rodovia SE-255 está entre as obras listadas no Proinvest – Lei aprovada em 2013 - que autorizou o Governo a contratar um empréstimo de R$ 428 milhões junto à Caixa Econômica Federal que deveria ser utilizado na realização de obras. Na época, o Poder Executivo prometeu a realização de várias ações que trariam desenvolvimento ao Estado. Mas de lá para cá, pouco se viu da utilização desse dinheiro.

 

“Quase meio bilhão foi pego emprestado com a promessa de construir estradas, pontes e várias outras obras. Três anos depois, o legado do Proinvest é um Estado endividado e sem a conclusão das obras prometidas, não conseguiram sequer prestar contas da primeira parcela deste empréstimo. A SE-255 é apenas um exemplo dentre os vários outros que podem ser encontrados em Sergipe neste governo do atraso. Nesta obra, já foram gastos quase R$ 10 milhões, mas que ainda não trouxeram nenhum benefício para sociedade”, afirmou Georgeo.

 

Apesar do longo atraso, o Governo age como se o cronograma da obra estivesse progredindo normalmente. Em maio deste ano, os canais oficiais de comunicação do Poder Executivo divulgaram que a obra começava a receber a camada de imprimação – etapa que antecede a colocação do asfalto. Mas o deputado Georgeo Passos percebeu que se tratava de mais uma inverdade.

 

“O único trecho que recebeu imprimação foi uma faixa de estrada de pouco mais de 200 metros que beira a BR 101, em Itabaiana. Porém, esse trecho não está interligado à rodovia SE-255, o que nos leva a crer que foi uma medida para enganar a população”, assegura o parlamentar.

 

“Esse dinheiro que o Estado recebeu deveria ser empregado para o bem dos sergipanos, mas não estamos vendo o resultado disso. Por isso, vamos fiscalizar várias obras daqui para frente e saber em que pé elas estão. Mas, pelo que vimos nessa primeira rodovia visitada, não esperamos encontrar algo animador. O que certamente vamos encontrar são somente exemplos de falta de seriedade com a gestão e com a vida dos sergipanos”, lamentou Georgeo.



20-11-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter