Na Política

Biblia Online

26/10/17 | 23:33h (BSB)

Projeto de Lei do vereador Isac garante segurança para recém-nascidos

A chegada de um bebê para qualquer família é sempre motivo de alegria e grande expectativa. Esses sentimentos aumentam quando chega a hora do parto. Logo após o nascimento, os pais não escondem o desejo de ter o filho ou filha por perto. Mas este momento pode não chegar. E para muitas famílias, não chegou, porque bebês são roubados, trocados, vendidos dentro de maternidades, quando ainda estão no berçário.


Pensando neste problema, o vereador Isac (PCdoB) apresentou na Câmara de vereadores, o Projeto de Lei 220/2017, que obriga as maternidades públicas e privadas de Aracaju a adotar pulseiras com senso-eletrônico-sonoro para identificação e segurança de recém-nascidos, para assim dificultar, e impedir a troca, e o sumiço de bebês em suas dependências, e possibilitando também, a posterior identificação através de exame de DNA.


O projeto aprovado em primeira votação busca aumentar a segurança para as crianças e familiares. “Vários amigos, profissionais da área da saúde nos informaram que tanto em maternidades particulares, como nas públicas, não existe qualquer tipo de segurança. E há um aumento da vulnerabilidade no caso de recém-nascidos”, falou Isac.

“Nós temos que perder o costume de esperar que algo aconteça para que a gente possa legislar sobre. Nós vamos esperar que crianças sejam sequestradas para exigir o mínimo de controle? Não! Nós temos que fechar a porta, antes que o ladrão venha. Nas maternidades entram todo tipo de pessoa. Não se sabe se é pai, parente, amigo, sequestrador... É um caos total”, desabafou o vereador.


Da Ascom



20-11-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter