Na Política

Biblia Online

13/09/17 | 08:57h (BSB)

Isac defende negociação entre o executivo e os professores em greve

Na sessão da última terça-feira, 12, o vereador Isac Silveira (PCdoB) utilizou a Tribuna, durante o Pequeno Expediente, para falar dos professores da rede pública municipal de ensino que estão em greve, desde o início do mês. Nesta manhã, o Sindipema fez um ato na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) e entregou ofícios aos vereadores solicitando apoio para requerer ao município um Projeto de Lei que institua o pagamento do reajuste de 7,64% do Piso Nacional do Magistério.


“Muitos municípios já estabeleceram seus reajustes salariais e isso está na Constituição, no artigo 37, de que é obrigação dos órgãos municipais, estaduais, e federais, a reposição das perdas inflacionárias. Desde o início do meu mandato que eu cobro da gestão municipal, diálogos constantes com as categorias, para que negociações sejam estabelecidas”, lembrou Isac.


Segundo o Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju, o executivo não fez nenhuma proposta para a categoria. “A comissão de negociação do sindicato, apresentou uma contra proposta para pagamento do piso salarial 2017 ser efetuado de setembro a dezembro deste, e negociar, posteriormente, o retroativo referente janeiro a agosto/2017. E essa proposta foi recusada pela Prefeitura Municipal de Aracaju”, disse Adelmo Meneses, presidente do Sindipema.


“Nós já tivemos duas conversas com a secretária da Educação do município, Maria Cecília sobre essa questão, e ela se mostrou sensível. Mas nós não vimos ainda por parte da administração uma proposta concreta. Há poucos instantes eu disse aos professores que é preciso que a prefeitura faça uma proposta concreta, mostrando de que forma vai realizar o pagamento do piso. A informação do secretário Jeferson Passos é que há dificuldade em relação às finanças. Então qual é a proposta efetivamente para que possamos avançar no sentido de encontrarmos um acordo, encontrarmos um caminho para que a categoria se sinta contemplada, e tenha seu direito reconhecido?”, indagou o vereador Isac.

E finalizou dizendo que os professores merecem respeito. “A nossa cidade deve prestar o devido reconhecimento, e dar a devida honra a quem construiu e constrói diariamente a formação cultural, profissional, humanitária dos cidadãos e cidadãs de Aracaju”.


Da CMA



18-11-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter