Na Política

Biblia Online

09/08/17 | 08:30h (BSB)

Servidores da saúde fazem ato na Câmara

Durante o 29º dia de greve, os servidores do nível médio ligados ao Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) realizaram uma manifestação da frente da Câmara de Vereadores de Aracaju, nesta terça-feira, 8, para tentar que vereadores costurem uma reunião com o prefeito Edvaldo Nogueira e os servidores para resolver a questão do reajuste salarial. Depois do ato, houve uma rápida assembleia que ficou deliberada outra assembleia, na próxima terça-feira, 15, às 9 horas, na sede do Sintasa.


De acordo com o diretor do sindicato, João Wadson, apesar de não ter havido sessão na Câmara alguns vereadores demonstraram solidariedade aos servidores e disseram que iriam se empenhar em agendar uma reunião com o prefeito, como foram os casos dos vereadores Lucas Aribé, Iran Barbosa, Isac, Seu Marcos, Américo de Deus e Emília Correa. “Os trabalhadores estão querendo desde o início do ano uma negociação com o prefeito, mas até agora não temos sido atendidos, então a nossa esperança está também com este apoio que temos conseguidos de alguns vereadores”, explica Wadson.

Além do reajusta salarial, as categorias lutam pela renegociação do Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), reavaliação do grau de insalubridade e expandir a gratificação da área de risco para todos os servidores lotados nas UBS, CEMAR, CAPS e UPAS; melhores condições de trabalho, incluir o Atendente de Saúde Bucal (ASB) no Programa Saúde da Família, garantir a gratificação do PSF a todos os trabalhadores do Ambulatório, receber o calendário de pagamento dos servidores, aumentar o quantitativo de segurança nas UBS e fazer a implantação das 30 horas semanais de trabalho.

 

Da Ascom



23-10-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter