Na Política

Biblia Online

05/06/17 | 08:44h (BSB)

Maria Mendonça diz que falta vontade política para construção do Hospital do Câncer

A deputada estadual Maria Mendonça (PP) lastimou a demora do governo do Estado em relação às obras do Hospital do Câncer, anunciadas em 2013, mas que só foram autorizadas em fevereiro deste ano.

Em entrevista à Rádio Capital do Agreste, Maria disse que o Governo demonstra-se insensível à dor dos pacientes oncológicos que enfrentam uma rotina de desassistência nas unidades que ofertam o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“Esta semana, mais uma vez, os remédios para quimioterapia estão em falta no Huse e no Hospital Cirurgia. Uma situação inadmissível, que demonstra total falta de planejamento, uma vez que a terapia de cada paciente é planejada, ou seja, há condição de estimar a demanda necessária”, observa.

A deputada cobrou que a construção do Hospital e seu funcionamento pleno sejam prioridade para a Secretaria da Saúde. Segundo Maria, as pessoas que enfrentam essa doença não podem mais esperar. “Falta compromisso do gestor com o povo, só posso acreditar nisso. Se o recurso existe, o terreno está disponível e a empresa foi contratada, o que falta para concretizar essa obra tão importante para nossa saúde?”, indaga Mendonça.


Moção de apelo


Enquanto o governo não apresenta uma solução definitiva para o problema, a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) aprovou esta semana duas Moções de Apelo, sugeridas por Maria e acolhidas pelos deputados Goretti Reis, Georgeo Passos, Sílvia Fontes, Antônio dos Santos, Moritos Matos e Garibalde Mendonça. Uma delas, endereçada ao ministro da Saúde, Ricardo Barros; e outra ao governador Jackson Barreto para que adotem medidas no sentido de estabelecer o convênio da Clínica de Radioterapia e Imagem (Clinradi) com o Sistema Único de Saúde para garantir atendimento aos pacientes oncológicos que hoje enfrentam uma verdadeira via-crúcis para ter acesso aos serviços de radioterapia e quimioterapia.


Há pouco mais de um mês os deputados que subscreveram as Moções estiveram na clínica – a primeira em Sergipe a oferecer tratamento para pacientes com câncer – para conhecer a estrutura e o seu corpo técnico. “Ao conveniar a Clinradi ao SUS, garante-se assistência aos que estão na fila de espera ou realizando o Tratamento Fora de Domicílio, onerando o Estado com as despesas de traslado e hospedagem”, observou Maria.

Da Assessoria da Parlamentar



29-06-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter