Na Política

Biblia Online

12/05/17 | 09:03h (BSB)

Gilmar pede auditoria do TCE,TCU,MPE,MPF, CGU e PF nas contas do Cirurgia

Na manhã desta quinta-feira, o deputado Gilmar Carvalho fez uso da tribuna na Assembleia Legislativa, para expressar sua preocupação com a situação do Hospital Cirurgia. O parlamentar disse que o poder público deve entender a necessidade de dar respostas aos problemas. “Há uma pendência na relação hospital e Prefeitura de Aracaju, que se alonga há vários anos. Entra e sai gestão, e os prefeitos alegam que devem bem menos do que cobra a unidade de saúde”, disse Gilmar.

O deputado, diante da situação, comunicou, em sua fala, que estará no começo da próxima semana, protocolando ao Tribunal de Contas do Estado, Tribunal de Contas da União, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e Polícia Federal, um pedido de auditoria nas contas do hospital.

O parlamentar denunciou atrasos de salário para o pessoal e para os fornecedores da unidade hospitalar. “Ontem me chateie ao saber que uma paciente de Umbaúba, esperou por alguns dias para colocar um marca-passo, que o Cirurgia não implantou no tempo estimado, por estar há dois meses devendo aos fornecedores, que, por sua vez, não disponibilizaram os equipamentos”, expôs o deputado. Ele observou que, após sua intervenção parlamentar, o hospital pagou aos fornecedores e, na tarde da quarta-feira, 10, realizou a intervenção cirúrgica.

Auditoria sim – Gilmar atentou que a direção do hospital não respondeu sobre o porquê da demora de pagamento aos fornecedores, mas, realizou a cirurgia. “Não queremos desrespeitar a honradez de nenhum dos dirigentes, de nenhuma gestão e, nem mesmo, da atual, mas, estarei, sim, pedindo a auditoria nas contas do hospital às autoridades já citadas”, assegurou o parlmentar.

Taxas abusivas

O deputado Gilmar Carvalho, em aparte durante a fala do deputado Georgeo Passos, que falou sobre multas de trânsito, disse que algumas taxas pagas por condutores de veículos em Sergipe, não são legais e que o governo vem agindo de forma incorreta, podendo qualquer cidadão, que assim desejar, ajuizar ação, tendo o estado a obrigação de ressarcir a quem tiver sido lesado. O deputado Georgeo Passos, por sua vez, considerou a explanação de Gilmar como Lúcida em relação ao problema. 

Por Assessoria Parlamentar

 



22-07-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter