Na Política

Biblia Online

10/05/17 | 10:04h (BSB)

Vereador destaca: Forró Caju 2017 pode não ocorrer

O possível cancelamento do Forró Caju deste ano, devido à falta de previsão do repasse de verbas pelo Ministério da Cultura (Minc) à Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), foi a pauta do vereador Anderson de Tuca (PRTB), na manhã desta terça-feira, 9, no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA).


Segundo o parlamentar, além da animação que proporciona ao público e aos turistas, o evento aquece os setores de hotelaria, comércio, e serviços. “O Forró Caju é tradição. Já se consolidou como a principal festa do estado. Vem gente de todas as cidades do país prestigiar. Sem falar na geração de emprego e renda. Durante esse período, são gerados aproximadamente 40 mil empregos diretos e indiretos. Não pode acabar”, enfatizou.


Anderson sugeriu que o Poder Executivo recorra ao setor privado, caso não receba a verba no valor de R$ 3 milhões do Minc para a realização da festa. “As quadrilhas locais, os músicos, comerciantes, ambulantes que vendem durante os festejos, e dezenas de outros segmentos são beneficiados e aguardam com ansiedade o mês de junho. Portanto, faço um apelo aos deputados para agilizar a questão desse repasse, e, em último caso, que o prefeito faça uma parceria privada, mas que aconteça o evento”, argumentou.


Valorização dos artistas locais


Na ocasião, Anderson também pontuou que uma alternativa para diminuir os custos, é contratar mais artistas locais. “Devemos valorizar o que é fruto da nossa terra. Não tenho nada contra os artistas nacionais, mas valores exorbitantes são destinados para esses músicos, enquanto os nossos são desvalorizados. E como se não bastasse, precisam se humilhar durante meses para receber o que tem direito”, explicou.


Da Ascom



25-06-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter