Na Política

Biblia Online

27/02/17 | 10:14h (BSB)

Seu Marcos cobra conserto de equipamentos

Seu Marcos cobrou o conserto de dois aparelhos preventivos contra o câncer de colo de útero da Unidade de Saúde Carlos Fernandes de Melo, no Lamarão. Em visita ao secretário de saúde, André Sotero, no final de janeiro, Seu Marcos protocolou o pedido de reparo dos equipamentos.


Os aparelhos citados no pedido são um colposcopio e um eletrocauterio, que estão quebrados desde julho de 2016. Seu Marcos ressaltou que os aparelhos precisam apenas de pequenos reparos técnicos para voltar a assistir mulheres da comunidade. “Eu venho pedir encarecidamente que as máquinas de tratamento sejam consertadas. Estamos tratando de vidas humanas e o câncer no colo de útero é um dos cânceres mais nocivos à saúde da mulher. Um dos equipamentos só precisa apenas de lâmpada e o outro de um pequeno reparo”, afirmou.


O coldoscopio e o eletrocauterio são usados obrigatoriamente em exames preventivos contra o câncer uterino. Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), cerca de 50 mulheres morrem por ano por causa deste tipo de câncer no Estado. A maioria dessas mulheres que possui câncer no colo de útero tem 49 anos de idade e realiza o tratamento no SUS. 65% têm baixa escolaridade e 52% são mulheres casadas. A maioria em plena atividade produtiva, têm filhos e são retiradas do mercado de trabalho.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a cada 90 minutos morre uma mulher no Brasil com a doença e já está comprovado que quando descoberto no estágio inicial, os casos têm 80% de chances de cura. Seu Marcos finalizou sua fala afirmando que não vai se prender a ser situação ou oposição, mas irá cobrar sempre soluções de problemas importantes. “Estou aqui cobrando e vou continuar cobrando até serem consertados os equipamentos. Não podemos aceitar mais esse tipo de situação. A população sofre e cobra esses serviços, que são básicos”, concluiu.


Da Ascom



25-07-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter