Na Política

Biblia Online

05/12/16 | 08:22h (BSB)

Grupo Permanente discute Educação Ambiental

Alunos, professores e coordenadores pedagógicos da Diretoria Regional de Educação (DRE 8) participaram de mais um encontro do Grupo Permanente de Educação Ambiental, na manhã desta sexta-feira, 2, no auditório do NAT. Desta vez as discussões foram com os colégios estaduais Alfredo Montes e Professor Nilson Socorro.

O assunto debatido foi a trajetória da educação ambiental em cada uma das duas unidades de ensino. De acordo com a coordenadora da Educação Ambiental da DRE 8, Maria Aparecida dos Passos, o objetivo é ampliar o conhecimento dos alunos e dos professores para tornar as escolas mais sustentáveis.

“Vai tornar as escolas mais sustentáveis. Os alunos terão uma maior conscientização a respeito das questões socioambientais existentes em nosso planeta”, disse.

O evento foi aberto por uma dinâmica de grupo feita pela professora Rita Rodrigues Silva. Em seguida, foi a vez da palestra ministrada pela professora Leuzenilda Pereira da Silva, do Colégio Estadual Alfredo Montes.

“A educação ambiental é um tema que já vem sendo trabalhado há muitos anos. Essa preocupação vem desde a década de 1960. A escola entra com o protagonismo juvenil, ou seja, os alunos agindo, cuidando do Brasil a partir da escola, que é o ambiente onde eles passam uma grande parte do tempo”, afirmou.


Protagonismo


Alunos das duas unidades de ensino participaram mostrando as experiências exitosas dos seus trabalhos desenvolvidos nas escolas. A estudante Isadora Gomes Santos, que é delegada do meio ambiente no Alfredo Montes, mostrou-se satisfeita pelo protagonismo de todos e disse que essas ações trazem mais conscientização.


“Se não cuidarmos do ambiente seremos prejudicados. Por isso tomei a frente desse projeto, que pode ser implantado em qualquer escola pública. Dividimos os resíduos e separamos o lixo seco do lixo úmido. Estou sempre dando conselho aos meus colegas sobre a separação do lixo”, explicou.


Já Daniel Stefan Ribeiro Bispo, delegado do meio ambiente do Colégio Estadual Nilson Socorro, destacou que “se essa nossa geração se preocupar em cuidar do meio ambiente, não por obrigação, mas por gostar de fazer isso, a gente conseguirá preservar o que é nosso por direito, tanto o patrimônio público quando o patrimônio cultural”.


A professora de Arte do Nilson Socorro, Cristiane Cardoso Barbosa, também ressaltou o protagonismo dos estudantes. “Os alunos são os principais protagonistas de todas as ações, que são pensadas e desenvolvidas por eles. Todos têm uma participação muito ativa em nosso contexto escolar”, declarou.

A coordenadora de Educação Ambiental do Núcleo de Educação da Diversidade e Cidadania (Nedic), Conceição Cruz, afirmou que “o caminho é potencializar esses alunos e formá-los no sentido de serem cidadãos críticos, participativos e atuantes na sociedade e na sua escola”.


Da Ascom



26-03-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter