Na Política

Biblia Online

27/07/16 | 15:13h (BSB)

Orsse apresenta ‘As Muitas Faces de Mozart’

Apresentação acontece no dia 28 de julho

A Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse), dando continuidade à temporada realizará o sétimo concerto da série Cajueiros, que promete surpreender o público presente no Teatro Tobias Barreto. A Orsse, que tem sempre concebido para seu público, importantes e instigantes concertos, promete um concerto brilhante com a apresentação de ‘As Muitas Faces de Mozart’. O evento será na noite da próxima quinta-feira, 28 de julho, às 20h30, no Teatro Tobias Barreto. A orquestra é mantida pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).


As muitas faces de Mozart, tema que dá tom ao concerto da Orsse, será dirigido pelo maestro Daniel Nery e reunirá três grandes vertentes do compositor vienense (sacra, lírica e sinfônica) Este ano é celebrado os 260 anos de seu nascimento. O Concerto contará com solos do soprano Verônica Santos, interpretando árias das óperas As Bodas de Fígaro e Idomeneo, e a participação do Coro Sinfônico da Orsse, cantando Te Deum Laudamus e Laudate Dominum, obras sacras de Wolfgang Amadeus Mozart. A sinfonia n. 41, em dó maior, Júpiter, encerra o programa, mostrando toda a genialidade do compositor que, em sua última sinfonia, composta em 1788, explora o contraponto e a harmonia de modo magistral. Uma obra equilibrada formalmente e madura do ponto de vista composicional para os moldes do período.


Para o maestro Daniel Nery sobre a temporada da Orsse e executar Mozart, envolve superação e profissionalismo: “Todo o trabalho que temos realizado no decorrer deste ano, tem sido fruto de muita dedicação e profissionalismo de nossos músicos, o carinho e emoção de nosso público e, sobretudo, o compromisso que o Governo do Estado de Sergipe tem com o crescimento cultural do seu povo, através da Secretaria de Cultura", afirma Nery.


Os ingressos estarão à venda na bilheteria do Teatro Tobias Barreto a partir de hoje, dia 25 de julho, a preços populares R$30 (inteira) R$15 (meia entrada).


Sobre o regente

Professor de regência, regente titular da Orquestra Sinfônica e do Coro da Universidade Federal de Sergipe, Daniel Nery é Bacharel em Composição e Regência pela UNESP e Mestre em música pela mesma instituição. Têm na sua formação, os seguintes nomes da regência orquestral e coral: Isaac Karabtchevsky, Roberto Tibiriçá, Johannes Schlaefli (Suíça), Osvaldo Ferreira (Portugal), Fábio Mechetti, Abel Rocha e Samuel Kerr. Já esteve à frente de importantes orquestras como Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica de Barra Mansa e Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. Em Atibaia/SP, foi regente do Coral Masculino Cantores de Atibaia e da Banda Sinfônica Primeiro Movimento, além de dirigir a Orquestra Jovem e a Big Band municipais. Foi um dos fundadores, regente e clarinetista da Banda Sinfônica de Bragança Paulista. Premiado no I Concurso Carlos Gomes para Jovens Regentes, Nery é também maestro adjunto da Orquestra Sinfônica de Sergipe, onde promoveu juntamente com Guilherme Mannis, o desenvolvimento de concertos pelo interior do estado do Sergipe e a popularização do acesso à música de concerto. Foi também responsável pela concepção do projeto social Orquestra Jovem de Sergipe, proporcionando ensino musical a centenas de jovens carentes de Aracaju. Nery também é regente do Coro Masculino da Primeira Igreja Batista de Aracaju.


Da ASN



25-07-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter