Na Política

Biblia Online

08/10/12 | 14:07h (BSB)

João diz que o povo de Aracaju destruiu o mito que o dinheiro compra tudo

Prefeito eleito denuncia que houve um maciço investimento em boca de urna, mas o povo votou contra

Ampliar Foto

João: denunciando boca de urna

Por Joedson Telles

 

Prefeito eleito de Aracaju, o ex-governador João Alves (DEM) denunciou, na tarde desta segunda-feira 8, que o dinheiro esteve presente nas eleições de Aracaju como ferramenta para tentar impedir a sua vitória – sobretudo no domingo 7, através da compra de votos. João Alves não mencionou nome de adversários que se valeram da prática que se caracteriza crime eleitoral, mas enfatizou que precisou lutar contra os governos Municipal de Aracaju, o Estadual e o Federal.

 

“Eu tinha todas as forças contra mim. E ainda mais a força do dinheiro. Ontem (domingo da eleição), diferentemente do que se imaginava, houve um maciço investimento em boca de urna. Mas aí veio uma coisa que eu fiquei feliz: o amadurecimento do povo. O povo pode até ter recebido o dinheiro, às vezes pode estar passando necessidade, às vezes com fome, recebe, mas votou contra”, disse o prefeito eleito.

 

Segundo João Alves é maravilhoso o eleitor ir às urnas e votar de acordo com a sua consciência, sem se dobrar à força econômica. “Há dois mitos que têm prejudicado muito o processo democrático: um é aquele que estabelece nos últimos anos que o dinheiro compra tudo. O povo de Aracaju destruiu este mito. Essa perversão de compra de votos na boca de urna. O povo de Aracaju destruiu. Uma lição de democracia”, disse.

 

Da redação Universo Político.com



14-12-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter