Na Política

Biblia Online

25/09/12 | 09:09h (BSB)

Homenagem ao centenário de José Rollemberg Leite

Um homem público honrado, trabalhador, compromissado com a educação e o desenvolvimento de Sergipe. Assim o vice-governador Jackson Barreto descreveu o ex-governador José Rollemberg Leite (1912-1996) durante a solenidade realizada na noite desta segunda, 24, no Palácio-Museu Olímpio Campos (PMOC).

 

Motivado pelo transcurso do centenário do ex-senador e ex-governador por duas vezes de Sergipe, o evento fez parte da programação do PMOC, que mensalmente realiza o projeto Aniversário dos ex-governadores, como forma de relembrar fatos históricos ligados ao ex-governante que aniversaria no mês em questão.

 

"Quando eu vejo a sociedade cobrar ética dos homens públicos, a ética é sem dúvida o sinônimo de José Rollemberg Leite. Suas maiores lições são seu trabalho e sua competência. Somente em seu primeiro governo, Sergipe se viu diante de um grande trabalho na área da Educação, com a construção de mais de 200 escolas rurais beneficiando todos os municípios", complementou Jackson.

 

A homenagem teve início com a apresentação de um documentário que relatou em ordem cronológica a trajetória do homenageado na vida pública. Entre os depoimentos está o do governador Marcelo Déda, segundo o qual foram marcas da atuação política de José Rollemberg “a honestidade, o respeito à sociedade, a completa e total abstinência de qualquer espécie de violência e perseguição aos seus adversários e o indiscutível amor pelo estado de Sergipe”.

 

Outro ponto alto da solenidade esteve na exposição biográfica feita pelo neto do homenageado, o advogado e professor José Rollemberg Leite Neto. “Fico feliz ao ver essa homenagem porque somos um país de pouca memória. Manifestações desse tipo, de registro da passagem do centenário de um homem público que prestou os seus melhores serviços à causa de Sergipe, são uma recompensa pelo esforço que ele desprendeu quando vivo foi”, afirmou.

 

Quem também enalteceu a homenagem foi a desembargadora aposentada Clara Leite de Resende, irmã do ex-governador. “Este ato representa o resgate de uma figura que foi muito importante para o estado de Sergipe e para nós familiares especialmente. Ele foi um administrador especial, vocacionado, que agiu nas áreas prioritárias para o estado, como educação, saúde e infraestrutura. Sergipe viu um conjunto de metas que deu à administração dele um conceito muito bom”, concluiu.

 

A programação contou ainda com um concerto de Câmara com a Orquestra Sinfônica Nossa Senhora da Conceição, de Itabaiana, além de exposição de fotos e uma apresentação de Alberto Silveira Leite, musicista e neto do homenageado.

 

O homenageado

José Rollemberg Leite foi professor, senador e governou Sergipe duas vezes. Nascido em 19 de setembro de 1912, na cidade de Riachuelo, faleceu aos 84 anos, deixando uma marca forte na área da educação. Já no primeiro governo (1947 a 1951), o professor-governador construiu cinco Grupos Escolares em Aracaju: General Siqueira, Barão de Maruim, General Valadão, Manoel Luiz e José Augusto Ferraz, além de 12 no interior.

 

Foi na gestão de Zé Leite que as escolas rurais foram construídas no interior do Estado, atendendo, por dia, pelo menos 80 alunos. A matrícula escolar em Sergipe cresceu vertiginosamente, dando destaque e visibilidade ao pequeno estado no cenário nacional. O MEC então escolheu Sergipe para o Plano Piloto das Escolas Rurais pelas condições favoráveis do Estado, pequeno em seu território, arrumado em sua administração e com uma disposição explícita de priorizar a educação, em todos os seus níveis, em todos os lugares.

 

Quatorze anos depois de deixar o governo, José Rollemberg Leite torna-se senador da República (1965-1970), para logo depois assumir o comando do Estado pela segunda vez. No segundo governo, de 1975 a 1979, José Rollemberg Leite, apaixonado pela educação, construiu novas escolas e conveniou com a UFS (criada em 1968) para levar as licenciaturas de curta duração para o interior.

 

Da ASN



15-12-2017
 

 

 

Resultados - Eleições 2016

 

Setransp

 

 

Parceiros
TPM

 

Tudo Salvo

 

 

Fazer o Bem

 

Ciclo Urbano

 

Adjor

 

Sindjor

 

 

Twitter